Pular para o conteúdo principal

Bons pais aconselham os seus filhos a respeito de mulheres



Por natureza o filho não dá valor aos conselhos do pai. Ele engana a si mesmo ao ponto de acreditar que o seu pai está por fora, que o seu pai exagera com respeito ao perigo, que o seu pai quer lhe privar de prazeres, que o seu pai nunca encontrou uma mulher desejável, que o seu pai não provou das luxúrias sexuais, ou ainda, chega a acreditar que ele pode escapara das conseqüências descritas pelo seu pai. Tudo isso são mentiras condenáveis advindas de um coração jovem e do pai das mentiras.

Filhos devem confiar em seus pais e apreciar os conselhos e avisos dele. Todo pai já foi um homem jovem com os mesmos desejos e tentações. Mas um pai sobreviveu à sua juventude e refletiu muito a respeito do que era melhor para o seu filho. Ele considera o sucesso a longo prazo, não prazeres de curto prazo que arruinarão a sua vida! Os pais amam os seus filhos mais do que qualquer mulher que os possam jamais amar, mesmo uma mulher virtuosa! Jovem, guarde os mandamentos do seu pai!

Os homens jovens devem resistir à atração e à tentação das prostitutas, tendo a sua mente firmemente estabelecida nos mandamentos do seu pai muito antes de se deparar com esta criatura muito perigosa. Uma vez cativados, mesmo que superficialmente, pelas aparências, adulações e ofertas da sedutora, torna-se quase impossível se lembrar de quaisquer avisos.

Mas o que é que o homem jovem fará, cujo pai não lhe ensinou nem lhe advertiu a respeito de tal mulher? Ele estará indefeso ante o poder de atração do corpo e das seduções dela.

Tais pais são cúmplices na destruição dos seus filhos! Mesmo que ele os tenha aconselhado e avisado a respeito de muitos perigos, ele negligenciou o mais danoso de todos eles. Pais, salvem os seus filhos!

Leitor! Deus, seu Pai, lhe deu os Seus mandamento e leis para você. Você os guarda como a menina dos seus olhos? Você os lê diariamente? Você medita sobre eles? Você treme ante os seus avisos e se regozija em suas instruções? Ou você engana a si mesmo dizendo que você pode esquecê-los e negligenciá-los e ainda sobreviver? Não seja um tolo!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A mulher deve se vestir de modo que nenhum homem venha pecar por sua causa

Muitas mulheres e moças atualmente perderam seu próprio valor e muitas mulheres cristãs não tem se dado conta disso - o que acaba por as levar se vestindo conforme o mundo tem ditado; isto é, a moda. Por que digo isso?  Tenho notado o quanto muitas mulheres e moças têm se iludido ao pensarem que é bonito usarem vestimentas que mostram todas as suas curvas, tais como: roupas justíssimas delineando seu corpo, shorts e saias curtas e blusas decotadas. Mas, se fosse para ser  assim, Deus não teria vestido Adão e Eva como diz na Bíblia: " E o Senhor Deus fez túnicas de peles para Adão e sua mulher, e os vestiu " (Gênesis 3:21). Na palavra também está escrito: " Que do mesmo modo as mulheres se ataviem em traje honesto, com pudor e modéstia, não com tranças, ou com ouro, ou pérolas, ou vestidos preciosos. Mas (como convém a mulheres que fazem profissão de servir a Deus) com boas obras " (1 Timóteo 2:9-10). Noto ainda que muitas mulheres e moças usam roupas indecentes co

É pecado um casal de namorados dormir junto?

É pecado um casal de namorados dormir junto? - por Filipe Luiz C. Machado Recentemente um irmão em Cristo perguntou-me sobre a legitimidade - ou não - para um casal de namorados poder dormir junto. Confesso que esse é um ponto delicado, mas creio que - mais uma vez - as Escrituras nos revelam aquilo que devemos fazer. É importante notarmos, primeiro, sobre que tipo de situação nos rodeia. Uma coisa é um casal de namorados que viaja de avião e cuja aeronave cai no meio da floresta, restando poucos sobreviventes e ainda por cima, estavam na estação do inverno, o que implica dizer que necessariamente todos precisam dormir juntos - para se aquecer, caso contrário, morrerão. Mas é claro que essa é uma situação hipotética e nela seria perfeitamente coerente dormir junto, pois seria um pecado deixar alguém morrer de frio quando podia-se evitá-lo. Porém, mesmo a realidade dos namorados não é esta do avião, é a partir do dia-a-dia que as dúvidas surgem. Muitos namorad

Esposa, você vem concedendo a devida benevolência ao seu marido?

“ O marido pague à mulher a devida benevolência, e da mesma sorte a mulher ao marido. A mulher não tem p oder sobre o seu próprio corpo, mas tem-no o marido; e também da mesma maneira o marido não tem poder sobre o seu próprio corpo, mas tem-no a mulher. Não vos priveis um ao outro, senão por consentimento mútuo por algum tempo, para vos aplicardes ao jejum e à oração; e depois ajuntai-vos outra vez, para que Satanás não vos tente pela vossa incontinência. Digo, porém, isto como que por permissão e não por mandamento ” (1 Coríntios 7:3-6). Primeiramente, é importante mencionar que a pergunta feita neste artigo poderia destinar-se aos esposos cristãos, até porque alguns deles podem apresentar problemas neste sentido, porém, como creio que a dificuldade em praticar esta ordenança seja mais comum para nós mulheres, resolvi destinar a pergunta nesta direção. Muitos homens ao lerem “ Seja bendito o teu manancial, e alegra-te com a mulher da tua mocidade. Como cerva amorosa, e g