Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2011

"Por que estás abatida, ó minha alma?"

"Por que estás abatida, ó minha alma?" - por Lou Priolo Por que estás abatida, ó minha alma? E por que te perturbas dentro de mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei, o qual é a salvação da minha face e Deus meu. (Salmo 43:5) A depressão é uma das razões mais comuns para que as pessoas venham se aconselhar comigo. Há causas fisiológicas, bem como causas não-orgânicas para esta condição. A causa mais básica da depressão espiritual é viver em desarmonia com as Escrituras. No entanto, simplesmente chamar algo de “pecado” sem identificar a sua designação exata no texto bíblico não nos ajuda a tratar eficazmente o problema. Assim como um médico pode prescrever o antibiótico correto, uma vez que ele identificou a bactéria exata que causa uma infecção, espero ajudá-lo a chegar a um diagnóstico mais preciso e uma solução para qualquer depressão (não médica) funcional que você pode experimentar. O pecado não arrependido A primeira categoria de pecado que causa a depressão

Cristianismo de entretenimento!

Cristianismo de Entretenimento - por John MacArhtur Jr. A igreja pode enfrentar a apatia e o materialismo satisfazendo o apetite das pessoas por entretenimento? Evidentemente, muitas pessoas das igrejas pensam assim, enquanto uma igreja após outra salta para o vagão dos cultos de entretenimento. Uma tendência inquietante está levando muitas igrejas ortodoxas a se afastarem das prioridades bíblicas. O que eles querem Os templos das igrejas estão sendo construídos no estilo de teatros. Ao invés de no púlpito, a ênfase se concentra no palco. Alguns templos possuem grandes plataformas, que giram ou sobem e descem, com luzes coloridas e poderosas mesas de som. Os pastores espirituais estão dando lugar aos especialistas em comunicação, aos consultores de programação, aos diretores de palco, aos peritos em efeitos especiais e aos coreógrafos. O objetivo é dar ao auditório aquilo que eles desejam. Moldar o culto da igreja aos desejos dos freqüentadores atrai muitas pess

Artigo sobre o BBB – Luís Fernando Veríssimo

Crônica de Luiz Fernando Veríssimo sobre o "BBB" Que me perdoem os ávidos telespectadores do Big Brother Brasil (BBB), produzido e organizado pela nossa distinta Rede Globo, mas conseguimos chegar ao fundo do poço...A décima terceira (está indo longe!) edição do BBB é uma síntese do que há de pior na TV brasileira. Chega a ser difícil, encontrar as palavras adequadas para qualificar tamanho atentado à nossa modesta inteligência. Dizem que Roma, um dos maiores impérios que o mundo conheceu, teve seu fim marcado pela depravação dos valores morais do seu povo, principalmente pela banalização do sexo. O BBB 10 é a pura e suprema banalização do sexo. Impossível assistir, ver este programa ao lado dos filhos. Gays, lésbicas, heteros... todos na mesma casa, a casa dos “heróis”, como são chamados por Pedro Bial. Não tenho nada contra gays, acho que cada um faz da vida o que quer, mas sou contra safadeza ao vivo na TV, seja entre homossexuais ou heterosexuais. O BBB 10 é a realida

"Disse-lhes Jesus: Vocês não sabem o que estão pedindo"

"Disse-lhes Jesus: Vocês não sabem o que estão pedindo" - por Filipe Luiz C. Machado No versículo 1 no referido capítulo (Mt 20), vemos que Jesus começa seu discurso comparando o reino do céus com "um proprietário que saiu de manhã cedo para contratar trabalhadores para a sua vinha". Ele havia combinado um preço com os trabalhadores contratados já pela manhã bem cedo e assim ficara acertada a quantia que receberiam (v.2). Dos versículos 3 à 7 temos ainda outros trabalhadores que foram acrescentados e também chamados para trabalhar, igualmente ficara combinado com cada um deles a quantia que receberiam. Nos versículos 8 e 9 temos a narrativa de quando os últimos trabalhadores (lembre-se dos últimos serão os primeiros) receberam seu salário e nada reclamaram, pois haviam recebido aquilo que lhes havia sido prometido. Já nos versículos 10 à 12 temos a queixa dos primeiros trabalhadores, que não contentes com a aparente injustiça cometida pelo proprietário da vinha

O Apóstolo Pródigo

O Apóstolo Pródigo - por Augustus Nicodemus Lopes Estudando Paulo para dar aulas esta semana, percebi mais um aspecto interessante do apóstolo que o distancia dos apóstolos modernos. Ao contrário dos tais apóstolos que se lançam para fazer carreira solo e ter seu próprio ministério, Paulo sempre fez questão de mostrar que ele fazia parte do grupo apostólico de sua época, embora tivesse sido chamado para ser apóstolo quando o prazo de matrícula já tinha expirado ("nascido fora de tempo", 1Co 15:8). Se alguns têm uma visão de Paulo como um individualista que seguiu carreira e ministério próprios, isto se deve, em parte, à Igreja Católica que colocou Pedro acima dos demais apóstolos e portanto longe de Paulo. Os liberais também contribuíram para isto, quando fizeram de Pedro o líder do Cristianismo judaico da Palestina e Paulo o líder do Cristianismo gentílico de Antioquia, em constante tensão e hostilidade mútuas. De todos os apóstolos, Paulo era o mais culto, o mais pre

Dizer no que você crê é mais claro que dizer "calvinista"

Dizer no que você crê é mais claro que dizer "calvinista" - por John Piper Nós somos cristãos. Seres radicais, de sangue puro, saturados de Bíblia, exaltadores de Cristo e centrados em Deus. Nós avançamos com missões, ganhamos almas, amamos a igreja, buscamos a santidade e saboreamos a soberania. Somos completamente embriagados pela graça, quebrantados de coração e felizes seguidores do Cristo onipotente crucificado. Pelo menos esse é o nosso compromisso imperfeito. Em outras palavras, somos calvinistas, mas esse rótulo não é nem um pouco útil para dizer às pessoas no que você realmente acredita! Então esqueça o rótulo, se isso ajudar, e diga a elas claramente, sem evasivas e sem ambiguidade, o que você acredita a respeito da salvação. Se eles disserem “Você é um calvinista?” diga “Você decide. É nisso aqui que eu creio…” Eu creio que sou tão espiritualmente corrupto e orgulhoso e rebelde que eu nunca teria vindo à fé em Jesus sem a misericordiosa e soberana vi

Como o calvinismo pode salvar seu casamento

Texto por Allen Porto ----- O título do post engana. Não se trata de um artigo para pessoas com casamento em crise - embora possa ser aplicado nesse contexto. Não tenta descrever o calvinismo como um método de "terapia conjugal", mas descreve elementos do pensamento reformado que possibilitam uma vida a dois mais saudável. Estou às vésperas do casamento - exatamente a 9 dias dele. E por isso é natural que minha mente esteja voltada para o assunto. Minhas leituras também. Enquanto leio e reflito sobre os autores reformados que escrevem sobre o casamento e a vida em família, como C. J. Mahaney, Paul Tripp, Martyn Lloyd-Jones e Augustus Nicodemus Lopes, percebo que existe uma maneira distinta do calvinista observar o matrimônio. Que elementos, então, tornam o calvinismo melhor preparado para abordar o casamento e a vida em família? Listo alguns: 1. O calvinismo observa a realidade a partir da tríade Criação-Queda-Redenção Existe um modo peculiar do pensamento

Você é um Fundamentalista?

Você é um Fundamentalista? - Por Kevin T. Bauder 1) Fundamentalistas reconhecem que todas as doutrinas são importantes. Se a Bíblia ensina, vale a pena estudar e conhecer. Se Deus disse isto, o mesmo merece nossa cuidadosa atenção. 2) Fundamentalistas afirmam que algumas doutrinas são mais importantes do que outras. Nem todo ensino da Bíblia é de igual alcance em seus efeitos. Enquanto todos são importantes, alguns estão mais ao centro enquanto outros se encontram na periferia da fé cristã. 3) Fundamentalistas insistem que algumas doutrinas são tão importantes que são essenciais ao evangelho em si. Negar estas doutrinas é (pelo menos implicitamente) negar o evangelho. Negar o evangelho é transformar o cristianismo em alguma outra religião. Essas doutrinas essenciais estão no miolo, no centro, da fé cristã. Elas são o mínimo irredutível sem o qual não pode existir cristianismo. 4) Fundamentalistas crêem que comunhão cristã é def

"Ele tem cuidado de vós"

Texto por Filipe Luiz C. Machado ----- "Humilhai-vos, pois, debaixo da potente mão de Deus, para que a seu tempo vos exalte; Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós." 1Pe 5.6,7 Amados, o versículo acima é por demais precioso a ponto de não podermos nos dar o luxo de desprezarmos as verdades nele contidas. Muitos cristãos na tentativa de explicar a responsabilidade humana esquecem de que há um Deus soberano (o inverso também é verdadeiro) e que "tem cuidado de vós." A palavra de Deus nos insta a humilharmos "debaixo da potente mão de Deus" . Será que já refletimos suficientemente durante nossos dias sobre essa grande verdade? Certo estou de que não há ninguém nesse mundo que goste de ser criticado e humilhado; aliás, esse é um dos grandes traumas do ser humano. Não gostamos de sermos rebaixados, criticados, zombados e menosprezados. Esse sentimento não é de todo errado; contudo, ele reside de tocaia por detrás de u