Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2012

A Lei de Deus e a Mulher na Igreja

Open publication - Free publishing Fonte: Projeto Os Puritanos ` Nota minha:  Ao clicar em "Expand", o texto preenche toda a tela; no entanto, como o servidor é público, por vezes pode aparecer algum outro trabalho hospedado na "Issuu" e que contém imagens não saudáveis (na direito do texto). Para retirar tais imagens, clique em "Shuflle".

Onde está o seu Coração? Richard Baxter

É apenas justo que nosso coração esteja em Deus, quando o coração de Deus está tanto em nós. Se o Senhor da glória pode inclinar-se tanto a ponto de fazer seu coração repousar em seres pecadores, feitos de pó, certamente seríamos persuadidos a pôr nosso coração em Cristo e na glória, e ascender a ele, que se digna a ser condescendente conosco, em nossos sentimentos diários! Ó, se o deleite de Deus não estivesse mais em nós na mesma proporção que o nosso não está nele, o que deveríamos fazer? Em que situação estaríamos! Cristão, você não percebe que o coração de Deus está sobre você? E que ele ainda cuida de você com amor cuidadoso, mesmo quando se esquece de si mesmo e dele? Você não o vê quando o acompanha com suas misericórdias diárias, movendo-se em sua alma e provendo para seu corpo, a fim de preservar ambos? Ele não o acolhe continuamente nos braços do amor e promete que tudo coopera para o seu bem? E ajusta todas as formas de lidar com você para seu próprio benefício? E não ped

Bênçãos do Temor de Deus

O que tornava a igreja primitiva diferente da igreja contemporânea? Certamente, eu não preciso convencer você de que essa diferença existe. Ao examinarmos o livro de Atos dos Apóstolos, essa diferença se torna nítida, mas não ao nosso favor. Talvez o episódio de Ananias e Safira, relatado em Atos 5, possa esclarecer-nos esse fato. Deus parece ter feito do engano desse casal um exemplo singular, tornando-se a única ocasião no Novo Testamento em que Ele puniu alguém com a morte por causa de hipocrisia. Admiro-me quantos funerais nós teríamos, se Deus agisse de maneira semelhante em nossos dias. No entanto, não estamos empobrecidos pela falta daquele santo temor que acompanhou aquela disciplina e trouxe as diversas bênçãos que o acompanharam? Quando Deus tirou publicamente a vida daquele casal mentiroso, somos informados: “E sobreveio grande temor a toda a igreja e a todos quantos ouviram a notícia destes acontecimentos”. Um forte temor piedoso permeou a igreja e a comunidade, asseguran

Efésios 1.5 (parte 1) - Predestinação - Exposição em Efésios - Sermão pregado dia 25.03.2012

Efésios 1.5 (parte 1) - Predestinação Exposição em Efésios -  Sermão pregado dia 25.03.2012 " E nos predestinou para filhos de adoção  por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade " (Ef 1.5). Temos visto como o Senhor se mostrou de forma graciosa ao apóstolo Paulo, dando-lhe uma mudança de comportamento totalmente contrária àquela em que vivia em tempos pretéritos, mas não somente isso, vimos anteriormente como o Altíssimo havia eleito os crentes de Éfeso antes mesmo da fundação do mundo, de modo que tudo o que recebiam era fruto da grandiosa e maravilhosa graça de Deus. Agora, portanto, importa-nos notar sobre de que forma se dá a eleição na vida do cristão, isto é, se o verdadeiro crente é um eleito pelo Senhor, como entender as nuances que nos perpassam durante nossa vida? Tendo em vista que a eleição procede de Deus, é sustentada por Ele e redunda em glórias ao Seu trono, de que forma podemos analisar nossos feitos do presente e do passado e [t

Série: Homem e Mulher os criou - parte 2 - A Mulher e a Criação - Sermão pregado dia 25.03.2012

Série: Homem e Mulher os criou -  parte 2 A Mulher e a Criação - Sermão pregado dia 25.03.2012 " E disse o SENHOR Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma ajudadora idônea para ele. Havendo, pois, o SENHOR Deus formado da terra todo o animal do campo, e toda a ave dos céus, os trouxe a Adão, para este ver como lhes chamaria; e tudo o que Adão chamou a toda a alma vivente, isso foi o seu nome. E Adão pôs os nomes a todo o gado, e às aves dos céus, e a todo o animal do campo; mas para o homem não se achava ajudadora idônea " (Gn 2.18-20). Após ter feito vir à vida tudo o que criara e ter dito que até aquele momento tudo era bom, vemos aqui o Senhor falando a primeira negativa: " Não é bom ". Deus de fato havia criado tudo no mais sublime esquadro e beleza, no entanto sua obra ainda não estava completa, faltava alguém ou alguma coisa que fizesse companhia ao homem. Mas por que ele precisaria de uma companhia? Já não tinha os animais e a natureza? Notem

Havendo profecias, desaparecerão; havendo línguas, cessarão - Jonathan Edwards

Todos estes outros frutos do Espírito são apenas para uma época,e, ou já cessaram, ou, em algum tempo, cessarão. Quanto aos dons mi­raculosos de profecia e de línguas, etc, eles são apenas de uso temporário, e não podem ser con­tinuados no céu. Eles foram dados unicamente como meios extraordinários de graça que Deus outrora agradou-se em conceder à sua igreja no mundo. Porém, quando os santos que outrora go­zaram do uso destes meios foram para o céu, tais meios de graça cessaram, pois eles não mais eram necessários. Não há ocasião para quaisquer meios de graça no céu, quer ordinários, tais como os comuns e estabelecidos meios da casa de Deus, quer extraordinários, tais como os dons de línguas, de conhecimento e de profecia. Ele afirma que não há lugar para quaisquer destes meios de graça serem continuados no céu, porque lá o fim de todos os meios de graça é completamente obtido na per­feita santificação e felicidade do povo de Deus. O apóstolo falando no capítulo 4 de Efésios, dos vár

A Vontade de Deus é Una e Soberana

Mas, visto que até aqui mencionei apenas coisas que são transmitidas na Escritura de forma clara e sem ambigüidade, é preciso ver os que não hesitam em tisnar os oráculos celestes de sinistras marcas de ignomínia, e de que gênero de censura fazem uso. Ora, se com falsa aparência de ignorância anelam ao louvor da modéstia, que de mais altivo se pode imaginar que opor à autoridade de Deus uma opiniãozinha insignificante: “Meu parecer é outro”, ou: “Não me agrada abordar isso”? Se ao contrário se põem abertamente a maldizer, que proveito fruirão arremetendo-se contra o céu a cuspir? Certamente não é novo o exemplo desta petulância, porquanto têm havido em todos os séculos homens ímpios e profanos que, de raivosa boca, ladrassem contra este aspecto da doutrina. Mas haverão de sentir realmente que é verdadeiro o que o Espírito proclamou outrora pela boca de Davi [Sl 51.4]: que Deus vence quando é julgado. Davi indiretamente espicaça a insânia dos homens nessa exorbitância tão desenfreada,

Efésios 1.4 (parte 4) - A Finalidade da Eleição - Exposição em Efésios - Sermão pregado dia 18.03.2012

Efésios 1.4 (parte 4) - A Finalidade da Eleição Exposição em Efésios -  Sermão pregado dia 18.03.2012 " Como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo,  para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor " (Ef 1.4 - grifo meu). Tendo em vista as questões já anotadas sobre a eleição, reprovação e também sobre o determinismo bíblico, é necessário que visualizemos qual a finalidade desses atos criativos e redentivos do Senhor, pois se desejamos compreender " qual seja a largura, e o comprimento, e a altura, e a profundidade " (Ef 3.18) de Cristo que é expresso e vivo em Seus filhos, precisamos atentar para qual mudança de vida somos levados e o que isso implica de nossa parte para com o Senhor. " Porque do céu se manifesta a ira de Deus sobre toda a impiedade e injustiça dos homens, que detêm a verdade em injustiça " (Rm 1.18). Não são poucas as vezes que lemos nas Escrituras sobre a ira de Deus e Sua justiça que se manifesta patente

Série: Homem e Mulher os criou - parte 1 - O Homem e a Criação - Sermão pregado dia 18.03.2012

Série: Homem e Mulher os criou -  parte 1 -  O Homem e a Criação Sermão pregado dia 18.03.2012 Em dias como os de hoje, é de se lamentar que precise ser feita uma exposição sobre o que é um homem e o que vem a ser uma mulher. Tristes momentos vivemos onde já não chama-se o recém nascido de menino ou menina, mas sim, apenas de "bebê", pois se diz que cabe à criança e a seu futuro o determinar qual linha sexual irá preferir e se adequar melhor. Já se foi o tempo em que os pais buscavam ser bons exemplos em casa; o homem como referência na liderança e provimento do lar e a mãe como fiel auxiliadora e mui importante ajudadora nas tarefas domésticas. No entanto, por outro lado, recebemos o "alento" de saber que desde os tempos bíblicos a sociedade corrompe-se e logo se enamora com filosofia pagãs, pois esse é o destino de todos os filhos da ira de Deus - homens e mulheres que desejam "viver suas vidas", pouco importando se estão ou não de acordo com a Lei