"Eu me confesso ser do número daqueles que, aprendendo, escrevem; e escrevendo aprendem" - Agostinho

Se inscreva no meu canal do YouTube!

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Uma [Breve] Nota Sobre o Dom de Curar


Como temos visto, Paulo pôde curar muitos doentes ao longo de todo o Livro dos Actos. Ele curou todos os doentes na Ilha de Malta em Actos 28. E ele escreveu aos Coríntios sobre o dom de curar que estava em operação na sua igreja durante o período dos Actos (1 Cor. 12:9). 

Porém vimos também que com o encerramento do Livro dos Actos, o dom de curar deixou de funcionar. Paulo não podia curar mais ninguém – nem Epafrodito em Filipenses 2, nem Timóteo em 1 Timóteo 5:23, nem Trófimo em 2 Timóteo 4:20. O dom de curar tinha deixado de funcionar, juntamente com os outros dons sinais. 

Hoje Deus não dá mais o dom de curar, e não há “curandeiros.”  Porém nós não deveríamos pensar que Deus não cura mais! Em Filipenses 2 lemos de uma cura que Deus operou depois do dom de curar ter deixado de funcionar: “Julguei, contudo, necessário mandar-vos Epafrodito, meu irmão, e cooperador, e companheiro nos combates, e vosso enviado para prover às minhas necessidades. Porquanto tinha muitas saudades de vós todos, e estava muito angustiado de que tivésseis ouvido que ele estivera doente. E de facto esteve doente, e quase à morte, mas Deus se apiedou dele, e não somente dele, mas também de mim, para que eu não tivesse tristeza sobre tristeza. Por isso vo-lo enviei mais depressa, para que, vendo-o outra vez, vos regozijeis, e eu 
tenha menos tristeza. Recebei-o pois no Senhor com todo o gozo, e tende-o em honra. Porque pela obra de Cristo chegou até bem próximo da morte, não fazendo caso da vida para suprir para comigo a falta do vosso serviço” (Fl. 2:25-30). 

Paulo recomenda muito enfaticamente Epafrodito pela sua fidelidade até à morte. Mas quando Epafrodito adoeceu – quase mortalmente – Paulo não pôde curá-lo porque o dom de curar tinha deixado de funcionar. Porém lemos que Epafrodito foi curado – directamente pelo Senhor: "... de facto esteve doente, e quase à morte, mas Deus se apiedou dele ...”  

Hoje há curas, mas não há nenhum dom de curar, não há “curandeiros divinos.” Hoje não há nenhum dom de curar mas Deus ainda cura ... às vezes. Ele curou Epafrodito, mas não curou Paulo em 2 Coríntios 12:8,9 ou em Gálatas 4:13-15, nem Timóteo em 1 Timóteo 5:23, nem Trófimo em 2 Timóteo 4:20. Hoje Ele cura de acordo com a Sua vontade. Porém a promessa 
que Ele fez a Paulo ainda é a nossa promessa hoje na dispensação da graça: "A Minha graça te basta, porque o Meu poder se aperfeiçoa na fraqueza." (2 Cor. 12:9).  

Quer estejamos bem ou enfermos, quer estejamos como Epafrodito ou como Timóteo, podemos reclamar sempre esta promessa do Senhor de que a Sua graça e poder são  suficientes para nós. Ele nunca permite que soframos algo sem nos dar poder para sobreviver.

por Pr. Dennis Kiszonas 

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Por favor, comente este texto. Suas críticas e sugestões serão úteis para o crescimento e amadurecimendo dos assuntos aqui propostos.

Compartilhe

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

pop-up LIKE

Plugin