"Eu me confesso ser do número daqueles que, aprendendo, escrevem; e escrevendo aprendem" - Agostinho

quarta-feira, 27 de junho de 2012

Carta a uma família que frequentemente chega atrasada na igreja



*A presente carta é de gênero fictício, embora contenha situações da vida real.

Olá, querida família Lero-Lero. Me desculpem ter recusado seu convite para o último jantar. Eu e minha esposa já tínhamos um compromisso firmado, por isso não pudemos ir - mas certamente teremos outras oportunidades.

Estou lhes mandando esta carta porque aprecio muito a companhia de vocês, de modo que ao vê-los na igreja, sempre juntos, muito me alegra o coração e constantemente louvo ao Senhor por suas vidas. Também escrevo-a na oração a Deus de que Ele lhes transforme a cada dia e os faça mais semelhantes ao Seu filho Jesus, de modo que aos poucos possam testemunhar de como o Senhor tem sido gracioso com vocês, a ponto de os dar irmãos que possuem a liberdade em Cristo para os admoestar.

Acontece, querida família, que, embora eu afirme que vocês sejam muito especiais, precisam estar cientes de algo que estão fazendo e que tem atrapalhado toda a igreja: quase sempre chegam atrasados. Neste ponto, não faço menção àquela vez que o filho mais novo ficou doente e tiveram de o levar para o hospital, nem daquela vez que sua esposa estava ajudando sua mãe idosa. Sei perfeitamente também daquele dia em que o carro quebrou e da outra vez que o café foi derramado na camisa de alguém. Aqui, me refiro aos atrasos de um modo geral, isto é, àqueles que podem ser evitados.

Talvez, por terem vindo de outras igrejas, nunca alguém lhes tenha dito que é dever do cristão o cumprir de sua palavra. Quer dizer, Jesus nos disse que nossa palavra deveria ser cumprida e que caso não conseguíssemos realizar o que prometemos, então, que fosse melhor negarmos o compromisso (Mt 5.37). Isto é, como vosso amigo e, quem sabe futuro pastor (se assim o Senhor nos unir e os transformar em algumas questões específicas da vida cristã), preciso dizer que não é bíblico chegar atrasado na igreja. Todavia, já de imediato, peço que ao lerem esta carta não me vejam com maus olhos, pois não digo isso apenas de mim, mas sim porque alguns irmãos já vieram falar comigo sobre que frequentemente a família de vocês (todos ou indivíduos isolados) costuma se atrasar para os compromissos - desde os informais até os mais importantes.

Sabe, amada família, como professos da fé cristã, vocês precisam compreender que não são mais especiais do que outros ou que possuem mais compromissos do que o restante da congregação, de modo que, ressalvadas as devidas necessidades, não há o porquê de sempre chegarem atrasados para seus compromissos. Sei que vocês trabalham arduamente, (cada um para aquilo que o Senhor designou), todavia, quem é que foge desta regra? Valho-me disto para dizer não é lícita a desculpa de que possuem muitos outros compromissos e, por isso, não conseguem chegar no horário. Lembro-me, agora, com tristeza, de alguns domingos atrás quando o culto já estava em andamento e "lentamente" vocês entraram pela porta e tentaram tomar lugar sem chamar a atenção - mas, como é evidentemente, não conseguiram, pois toda a congregação se dispersou para ver quem se aproximava. Há ainda outra vez quando num simples passeio agendado pelo parque, vocês ligaram (já atrasados) e avisaram que chegariam trinta minutos depois, pois haviam "perdido o horário."

Neste ponto, não preciso citar os símbolos de fé de nossa congregação nem o diretório de culto para demonstrar que tal prática é errada, pois o próprio ato de atrapalhar a adoração ao Senhor e fazer os irmãos esperarem desnecessariamente, já consiste em uma atitude errada. Vejam que não desejo menosprezá-los, mas sim demonstrar que muitas vezes não percebemos o mal em que estamos incorrendo ou ainda, num testemunho público que não dignifica a Jesus Cristo, afinal, chegar atrasado, atrapalhar e não cumprir o que se promete, não são coisas que louvam ao Senhor.

De modo específico, preciso dizer a você, nobre cabeça do lar e dirigente desta família, que como marido e pai, precisa colocar ordem na casa. Sei que você comenta que são muitas pessoas para tomarem banho antes do culto (ou de outro compromisso) e por vezes alguém acaba demorando além do necessário. Entretanto, note que, como guia da família, é imprescindível que você arquitete e organize os horários para que todos possam já tomar banho no devido horário e não venham a se atrasar. Se sua esposa ou filhos (ou você mesmo) tem demorado e transgredido o horário, converse com ela(e) e a corrija com base nas Escrituras - certamente haverão de entender e penso que o Espírito Santo lhes trará arrependimento. 

Dirijo-me também à nobre esposa e auxiliadora que você tem: Irmã, sei que você procura vir bem trajada para a igreja, mas peço que leve cativo em seu coração que mais importante que a disposição de listras do  seu vestido ou a cor do amarrador de cabelo, é a inclinação do coração para ouvir a palavra. Assim, sendo possível, deixe sua roupa preparada já no sábado a noite, de modo que em nossos cultos matutinos, a irmã já possa levantar pela manhã e não ter de ficar escolhendo a roupa que irá colocar- essa dica lhe poupará grande quantia de tempo. Como esposa virtuosa que deseja ser, gentilmente também ajude seu marido nesta área e ensine seus filhos sobre isso, de modo que todos possam ter harmonia e crescerem juntos na preparação e ordem da vida familiar.

Deixem-me ainda ter uma palavrinha com seus três preciosos filhos: na qualidade de jovens que vocês são, precisam se lembrar que suas jovialidades não são sinônimos de falta de compromisso. Seus pais já conversam comigo e com minha esposa sobre quantas são as vezes que eles precisam lhes chamar pela manhã até que levantem e, quando temos o culto pela noite, as inúmeras vezes que precisam lhes avisar sobre a hora do culto. Não gostaria de ofender vocês, mas penso que o Facebook, Twitter e mensagens de celular estejam tendo mais prioridades em suas vidas do que a Palavra de Deus, de modo que não se esquecem de verificar as atualizações nas redes sociais ou mandar aquele "tweet" para o colega, mas acabam "esquecendo" do início do culto - lembrem-se que o domingo é um dia reservado para as atividades do Senhor. Peço que usem de suas energias para se prepararem com a devida antecedência ao culto (e demais compromissos), de forma que não venham a ser empecilho para a chegada no horário e, também, como é sabido, com o fim de evitarem as constantes discussões que há em casa e no trajeto para os compromissos em conjunto, pois não foram poucas as vezes que vimos vossa família sair irritada do carro - tudo por causa de que frequentemente alguém se atrasa.

Por fim, lembrem-se de que chegar atrasado não glorifica o nosso Senhor. O apóstolo Paulo, como frequentemente falamos na igreja, é explícito ao dizer que devemos fazer tudo para a glória do Senhor (1Co 10.31). Observem que, sendo isto verdadeiro, o chegar atrasado não glorifica ao Mestre, pois além da violação do horário estabelecido, acabam por terem suas palavras em descrédito, pois quem ousa acreditar naquele que não cumpre os horários e, por vezes, até mesmo se acha mais atarefado do que todos os outros? Portanto, busquem chegar no horário de seus compromissos para a glória de Deus e Ele será grandemente louvado nesta área de suas vidas.

Por saber que tal admoestação que lhes trago não é baseada no puritanismo ou ordem social por demais elevada, mas tão somente na firme palavra de Deus (ainda que não tenha colocado todas as referências - mas as posso fornecer), lhes escrevo com a consciência tranquila e certos de que refletirão e mudarão suas atitudes para a glória do Senhor.

Em Cristo e para a progressão do Seu reino,
Filipe Luiz C. Machado

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Por favor, comente este texto. Suas críticas e sugestões serão úteis para o crescimento e amadurecimendo dos assuntos aqui propostos.

Salvar PDF

Compartilhe

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

pop-up LIKE