"Eu me confesso ser do número daqueles que, aprendendo, escrevem; e escrevendo aprendem" - Agostinho

Se inscreva no meu canal do YouTube!

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Esposa, você vem concedendo a devida benevolência ao seu marido?


O marido pague à mulher a devida benevolência, e da mesma sorte a mulher ao marido. A mulher não tem poder sobre o seu próprio corpo, mas tem-no o marido; e também da mesma maneira o marido não tem poder sobre o seu próprio corpo, mas tem-no a mulher. Não vos priveis um ao outro, senão por consentimento mútuo por algum tempo, para vos aplicardes ao jejum e à oração; e depois ajuntai-vos outra vez, para que Satanás não vos tente pela vossa incontinência. Digo, porém, isto como que por permissão e não por mandamento” (1 Coríntios 7:3-6).

Primeiramente, é importante mencionar que a pergunta feita neste artigo poderia destinar-se aos esposos cristãos, até porque alguns deles podem apresentar problemas neste sentido, porém, como creio que a dificuldade em praticar esta ordenança seja mais comum para nós mulheres, resolvi destinar a pergunta nesta direção.

Muitos homens ao lerem “Seja bendito o teu manancial, e alegra-te com a mulher da tua mocidade. Como cerva amorosa, e gazela graciosa, os seus seios te saciem todo o tempo; e pelo seu amor sejas atraído perpetuamente” (Provérbios 5:18-19), talvez pensem: "Ah, como eu gostaria que fosse assim!" De um modo geral, os versículos citados, não parecem trazer grandes desafios para os homens, afinal, eles têm uma disposição mais intensa para tais coisas; já para nós mulheres, normalmente mais emotivas do que eles, muitas vezes tais versículos são bastante desafiadores. O cansaço devido a agitação do dia, as dificuldades com os filhos pequenos, a tristeza ou o mau humor, o fato de não sentir-se bonita/atraente ,podem levar-nos a negar ao marido o que lhe é devido e preferirmos esquecer que, conforme diz a Escritura, o nosso corpo pertence ao cônjuge.

Mas, por qual razão Paulo deixa tal advertência em 1 Coríntios 7:5, “(...) para que Satanás não vos tente pela vossa incontinência”? Porque ele sabe que “Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes opõem-se um ao outro, para que não façais o que quereis” (Gálatas 5:17); por saber que o adultério e a impureza são frutos da carne (Gálatas 5:19), com os quais o cristão ainda luta - “(...) porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar” (1 Pedro 5:8). 

Mulher, se você não concede sexo ao seu esposo, você está deixando-o desprotegido e as lutas travadas no coração dele serão mais árduas sem a sua ajuda. Ao observar com mais atenção os versículos citados, chegamos a conclusão de que Paulo afirma, em outras palavras, “pratiquem bastante sexo”.

A escritora Martha Peace tem um capítulo destinado apenas a este assunto em seu livro Esposa Excelente (Ed. Fiel), e ela afirma: “(...) Contudo, uma vez que os desejos do homem tendem a ser mais fortes, pode ser difícil para os homens pensarem em outra coisa que não seja sexo, quando experimentam anseio físico. Sendo assim, Deus instruiu a esposa a suprir as necessidades físicas de seu marido. A esposa também experimenta anseio físico. Por isso, Deus instruiu o marido a satisfazer as necessidades físicas de sua esposa. De outo modo, o marido e a esposa podem ser tentados a nutrir pensamentos e ações imorais. De fato, o marido deve ser tão satisfeito, que, embora outra mulher o seduza, ele não será tentado. (…)” (p.137). Ela ainda comenta: “Se uma esposa pensa: 'Como posso dar prazer ao meu marido?', ela está demonstrando amor. Ao dar prazer ao marido, a esposa possivelmente começará a experimentar mais prazer do que imaginava. (...)” (p.141).

O problema (o pecado de negar a prática do sexo) pode persistir e gerar dificuldades ainda maiores, pois mais e mais pecados serão cometidos tanto por parte da esposa como do marido; a desunião entre o casal se intensificará, o marido poderá vir a acessar sites indevidos, a esposa já não admirará tanto o marido e perderá a confiança nele e, em alguns casos, pode ocorrer o adultério, normalmente por parte do esposo. 

Lembro-me, aqui, de uma história relatada por Dave Harvey em seu livro Quando pecadores dizem sim, em que um casal cristão, ambos orgulhosos, travavam uma disputa entre si e tal desunião resultou em um adultério por parte do homem. Graças a Deus, este casal reconciliou-se, perdoando-se mutuamente e renovando seu compromisso para com Cristo. Mas o que chamou grandemente minha atenção nesta história, foi o fato da esposa deste homem admitir sua parcela de responsabilidade neste adultério. Quando o esposo cai em tentações na área sexual, tendo uma mulher que não lhe cuida devidamente, sem, aqui, querer diminuir a responsabilidade/pecado do homem, a esposa tem uma parcela de culpa nesta situação. 

É verdade, também, que há momentos difíceis na vida do homem e da mulher, em que não há "clima" algum para a prática do sexo, devido a traumas emocionais intensos (como a morte de alguém querido, por exemplo), uma depressão grave, uma doença física, entre outros. Estes momentos devem ser discernidos pelo marido ou esposa, que tem o dever de serem compreensíveis com seu cônjuge, demonstrando apoio e carinho. Porém, que voltem assim que possível a praticar o que lhes é de direito/dever.

Por fim, talvez você esteja passando por isso no seu casamento e fica, então, a pergunta: por qual razão isto vem acontecendo, isto é, por que você não tem sentido vontade de praticar sexo? Para ajudar neste quesito, busque realizar alguma atividade física, como caminhadas frequentes, por exemplo. Se a dificuldade persistir, talvez seja necessário que o esposo e a esposa procurem a ajuda de um médico de confiança ou mesmo aprendam a forma de fazer o outro feliz nestas ocasiões íntimas.

Sabemos que este é um assunto sério e não podemos nos esquecer que quando o descumprimos, estamos não apenas pecando contra o cônjuge, mas contra Deus, primeiramente. Por isso é necessário confessar este pecado e pedir perdão ao Senhor, bem como rogar por ajuda para cumprir esta ordenança. Orar diariamente a Deus, ler/meditar nas Escrituras são atitudes fundamentais. Pedir perdão ao esposo, bem como perdoá-lo por suas falhas, pedir a ajuda dele, incentivá-lo a afirmar diariamente que a ama, que a acha bela e atraente e trazer algum presente de vez em quando, igualmente são atitudes muito importantes e que podem lhe ajudar!

Que Deus nos ajude e fale ao nosso coração acerca desta  doutrina desafiadora para nós, mulheres!

- por Angela E. P. Machado (esposa do autor deste blog)

Comente com o Facebook:

24 comentários :

  1. Parabéns pelo texto. Muito pertinente para os dias de hoje. Sou cristão, fui Pastor por 20 anos e fui torturado pela minha ex esposa que além de me negar sexo. Divulgava à terceiro essa situação. Após minha separação, Deus me deu um novo lar e uma nova família. Hoje me sinto mais feliz.

    ResponderExcluir
  2. Eu passo por isso atualmente, não me canso de dizer o qto minha esposa é bonita e atraente e o qto a desejo, isso é bem claro em casa... Porém ela mesma tenta denegrir a própria imagem numa tentativa de não me deixar desejoso e assim evitar o sexo de todas as formas, sou tentado o tempo todo nessa área, nem sei mais o que fazer...

    ResponderExcluir
  3. Não entendi o pq do uso do texto de II Timóteo 3.16. Houve algum equivoco,Angela?

    ResponderExcluir
  4. Olá, Ailton.

    2Tm 3.16 é o nome do blog - não há essa passagem no texto.

    Grato pela visita!

    ResponderExcluir
  5. Ô Ângela, agora faz um questionário desses com o mesmo tema para os homens, os homens também tem que ter conciencia dos seus atos e erros, onde fica os deveres dos homens, a motivação pra um homem querer sexo é bem óbvia, SÃO HOMENS,basta ver a mulher e já era. A maioria deles não se importam com suas esposas devidamente, onde fica o que Jesus falou, maridos amai-vos vossas mulheres... As cobranças maiores são pra cima das mulheres, É injusto isso.

    ResponderExcluir
  6. Ângela, bom dia! Faz um comentário desses para os homens com o mesmo tema, eles precisam entender que quando Jesus falou que nos tratasse com amor e carinho como parte mais frágil, Ele sabia o que estava dizendo, me desculpem os homens, mas está faltando da parte de alguns deles, muita coisa importante que para eles não significa nada, mas para as mulheres são muito importante. Falta muito pra alguns homens entender o que Jesus quiz passar quando disse homens Amem vossas esposas como Cristo ama a igreja. Falta muito

    ResponderExcluir
  7. Ingraçado pra tu vê que as mulheres corre de ler isso, tanto é que não tem nenhum comentário de mulher aqui kkkkkk

    ResponderExcluir
  8. O texto seria muito bom se não fosse machista com este título, esposa negando sexo.
    No meu casamento é o contrário e eu faço muito bem minha parte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É engraçado, falar que o texto é machista, logo chama DEUS de machista, pois é difícil as mulheres de hoje entenderem que devem ser submissas a vossos maridos, isso é determinação divina e não adianta isso nunca vai mudar, se desempenha bem seu papel em casa, louvado seja DEUS por isso a chance de ter um lar feliz será bem maior.

      Excluir
  9. Culpar a mulher pelos atos errnonêos dos homens foi um pouco demais. A mulher não é objeto para ser propriedade de alguem e acreditar que o adultério por parte do marido é cilpa da mulher que nega sexo é ridículo. Por favor não insentive esses pensamentos e ações pois desta forma você deverá se sentir culpada também pelos milhares de estupros que ocorrem contra as esposas em seus lares todos os dias por conta de orientações deste tipo. Se a mulher não quizer fazer sexo com o marido e este tentar lhe obrigar alegando que é dono de seu corpo e que a "igreja" assim determina e esta esposa se vir obrigada a fazê-lo sob estes tipos de ameaças estará sendo vitima de estupro. Estas ações não são denunciadas e o "digníssimo" esposo se sente à vontade e no direito de cometer tais abusos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu entendo perfeitamente sua colocação mas me diga sou casado amo minha família amo e desejo minha esposa porém ela foi bem clara não quero mais sexo e ai ter paciência ? Oque vc me diz de 7meses não procurei ninguém porque a Amo ela está super bem e não está com ninguém é diz q sou um ótimo companheiro. Me responda por favor

      Excluir
    2. Quando duas pessoas se casam ãe tornam um SÓ corpo.É bíblico .A mulher tem um pouco de culpa por contribuir para ao adultério negando sexo quando é devido.Todos nós estamos sujeitos a falhas.Devemos ter respeito, atenção e dedicação no relacionamento para fluir bem para o cônjuge em questão.

      Excluir
    3. Ninguém esta culpando a mulher, e em nenhum momento ela esta sendo tratada como objeto mas é difícil aceitar que DEUS colocou o homem como autoridade sobre a mulher, é questão de instinto quando a mulher nega o esposo o seu desejo permanece nele e vai ser muito mais difícil vencer as tentações do seu dia a dia, é claro que tem o dever do marido tambem de cultivar o amor e a admiração pela esposa mostrando-a que ela é e sempre será a unica mulher da sua vida, mas desculpa dizer que a mulher esta sendo estuprada dentro de seu lar ja é absurdo, se não existe amor porque ainda é um casamento?

      Excluir
  10. Culpar a mulher pelos atos errôneos dos homens é um pouco demais. A mulher não é objeto para ser propriedade de alguém e acreditar que o adultério por parte do marido é culpa da mulher que nega sexo é ridículo. Por favor não incentive esses pensamentos e ações pois desta forma você deverá se sentir culpada também pelos milhares de estupros que ocorrem contra as esposas em seus lares todos os dias por conta de orientações deste tipo. Se a mulher não quiser fazer sexo com o marido e este tentar lhe obrigar alegando que é dono de seu corpo e que a "igreja" assim determina e esta esposa se vir obrigada a fazê-lo sob estes tipos de ameaças estará sendo vitima de estupro. Estas ações não são denunciadas e o "digníssimo" esposo se sente à vontade e no direito de cometer tais abusos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ananda Loiz , provavelmente vc não seja uma cristã. E está com os pensamentos que as grandes mídias vem colocando em nossas mentes. Destruindo o manual que Deus nos deu pra viver melhor. Se vc não acredita na Bíblia, vc não acredita em Deus.

      Excluir
  11. Eu passo por isso com meu esposo, ele me nega o sexo dias e dias, as vezes fica um mês. E age normalmente como se nada tivesse acontecido. Aos olhos dos outros principalmente principalmente nas igrejas nós temos um ótimo casamento, mas dentro do nos quarto... a realidade é outra.

    ResponderExcluir
  12. Nao vi comentarios de mulheres, concluo q realmente os homens so pensam nisso. Pelo q sei so pode haver separaçao por adulterio, n sabia q poderia se separar por falta de sexo.

    ResponderExcluir
  13. Parabéns! Ficaria melhor se tivesse a opção de compartilhar.

    ResponderExcluir
  14. Gostei do texto sim... Porém hoje muitas das vezes nego sexo ao meu marido, pq ele só pensa em se satisfaz, ou seja por mais q eu o cobre o mesmo prazer ele não está nem aew para melhorar... Lembrando também q antes destas crises de negação da minha parte... Ele meu marido mantinha amantes em nosso casamento... e eu nunca havia negado, até por que, ele não aceita não como respostas, e sempre fez valer seu direito como diz o texto de esposo, na força... a prova disso é q fui mãe aos 17 anos... por ele não me respeitar e me ter à força... Até os dias de hoje temos 29 anos juntos, porém por eu gostar ainda muito dele... Sim nego hoje, mas com muito pesar, pois se eu visse esforço dele em me satisfaz, de certo q eu não teria o menor problema em honrar o meu compromisso com ele em relação ao sexo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostei de todos comentários, acredito que cada um tem sua realidade, eu tenho o imenso prazer em ver minha esposa tendo prazer... Porém muitas vezes passamos 60 90 ou até mais dias sem temos relação, aplico a minha vida na condição espiritual, tem vezes que fico disturbiado de tanta vontade, outras me dá tristeza, acredito que a relação nos ajuda a termos um relacionamento melhor...

      Excluir
  15. Eu Amo minha esposa. Quando era solteiro orei ao Senhor q me desse uma.mulher de DEUS. Que me amasse e eu pudesse satisfazer lá sexualmente. Pq às mulheres do mundo são muitos imorais difamam os esposos. Vi e ouvi casos assim não querendo passar por isso. Orei e pedi a DEUS. E DEUS me deu.E Glorifico a DEUS pela dá minha esposa. Nós mantemos um relação conjugal boa graças a DEUS. Nos amamos. E nos satisfazemos um a outro eu a desejo cada dia mais e mais pq cada dia e melhor q o outro pq o Amor de Cristo está em nós. Mais quase o inimigo achou brecha para nós separar. E brecha não é só pecado não! Brecha pode ser a falta de relação sexual e!Isso mesmo pq a Bíblia nos adverte a satisfazemos um ao outro no cônjuge. Para o diabo não ter brechas. Pq o dever do diabo e roubar matar e DESTRUIR ISSO MESMO DESTRUIR. família. Como? Destruindo seu casamento. Não de brechas aproveite um ao outro Glorificando a DEUS. Não deixem o trabalho o cansaço o futebol os amigos a religião atrapalhar seu casamento sua relação sexual com sua esposa. A obra começa em sua casa sua família. Lembra mesmo vc sendo pastor ou não as vezes vc se esqueceu disso.ou vc prega benção na igreja e vive um inferno em casa no casamento na cama? Não viva de aparência! Faça sexo mais vezes um com o outro elogie o outro tudo começa assim cariciee u. Ao outro. Eo meu conselho espero te ajudado. Há eu só Tenho 27 anos tá. Oque tem haver! Se acha tão bom q não pode Aprender comigo? Há se vc pensa assim então não deve ser tão bom pq pra ser bom tive q aprender

    ResponderExcluir
  16. Eu estou me separando ,tenho pouco tempo que me casei e não fui feliz com a escolha ,além de não ter esperado no senhor e me precipitei casei com um pastor ,bem mais velho que eu ele 62anos eu 43 não combinamos em nada em casa,e na vida íntima ele me procura quando quer e só satisfaz ele e pronto dorme eu fico na saudade ,ele nem sabe fazer uma mulher sentir prazer ,e é segundo casamento dele ,eu conversei tentei mais não adianta ,e fora os maus hábitos dele ,nossa como é complicado ter vida íntima depois do casamento ,falido eu vivo casamento infeliz ,e pedi a separação falei para meus motivos e ele respondeu o que vc decidir melhor tudo bem ,acho que estou vivendo um pesadelo ,já pedi perdão a Deus e estou decidida separação .Que Deus me ser uma oportunidade de conhecer mais tarde alguém de Deus de verdade ainda bem casei só no civil pois até isso meu casamento houve várias barreiras hoje entendo .Me ajudem em oração .

    ResponderExcluir
  17. muito bom
    gostei das palavras: quando a amor tudo si completa

    ResponderExcluir
  18. Um problema mais comum que se pode imaginar!
    Minha esposa coloca o trabalho em primeiro lugar, é viciada em limpeza de casa, não gosta de cozinhar, tem um temperamento extremamente explosivo. Sofro com isso já mais de 5 anos, somo casados há 12 anos. Mas sinto que minha esposa é incapaz, as vezes ela chora me pede perdão temos uma relação sensacional, mas depois voltam as desculpas, cansaço, mau humor, não me toque, chega ao ponto de quando nos beijamos ela mau abre a boca, e o mais triste é quando nem a própria higiene pessoal cuida, lembro que há tempos ela colocava langerie e me convidava pro amor. Sinto-me triste, vejo mulheres na rua e me atraem, mas não tenho coragem de seguir adiante, mas sinto que já não há mais climax, estamos a cada dia mais distantes um do outro, não só pelo sexo, mas pelo conjunto da obra, nos detalhes... O pior é que muitos na igreja nos veem como casal modelo, mas a realidade é triste, só o Senhor sabe o que eu sinto, me identifiquei muito com este texto, mas como os comentários acima também entendo que o problema ocorre tanto com homens e com mulheres.

    ResponderExcluir

Por favor, comente este texto. Suas críticas e sugestões serão úteis para o crescimento e amadurecimendo dos assuntos aqui propostos.

Compartilhe

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

pop-up LIKE

Plugin