"Eu me confesso ser do número daqueles que, aprendendo, escrevem; e escrevendo aprendem" - Agostinho

Se inscreva no meu canal do YouTube!

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Eleição é uma doutrina difícil


Eleição é uma doutrina difícil -
por A. W. Pink

Ela á uma doutrina difícil, e isto em três aspectos.

Primeiro: no entendimento dela. A menos que sejamos privilegiados de sentar sob o ministério de um servo de Deus ensinado pelo Espírito, que nos apresente a verdade sistematicamente, grande esforços e diligência serão exigidos na examinação das Escrituras, de forma que possamos coletar e juntar suas declarações espalhadas sobre este assunto. Não foi do agrado do Espírito Santo dar-nos uma completa e ordenada exposição da doutrina da eleição, porém “um pouco aqui, um pouco ali” - na história típica, nos salmos e profecias, na grande oração de Cristo (João 17), nas epístolas dos apóstolos.

Segundo: na aceitação dela. Esta apresenta uma dificuldade ainda maior, porque quando a mente percebe o que a Escritura revela sobre isto, o coração é avesso à receber uma verdade como esta, tão humilhante e enfraquecedora da carne. Quão ardentemente necessitamos orar para que Deus subjugue nossa inimizade contra Ele e nosso preconceito contra Sua verdade.

Terceiro: na proclamação dela. Nenhum iniciante é competente para apresentar este assunto em suas perspectivas e proporções escriturísticas.

Mas apesar disto, estas dificuldades não nos desencoraja, e muito menos nos detém, de um honesto e sério esforço para entender e de todo coração receber tudo que Deus se agradou de revelar sobre isto. As dificuldades são designadas para nos humilhar, para nos exercitar, para nos fazer sentir nossa necessidade da sabedoria do alto. Não é fácil chegar a um claro e adequado entendimento de qualquer uma das grandes doutrinas das Santas Escrituras; e Deus nunca intentou que assim fosse. A verdade deve ser “comprada” (Provérbios 23:23): ah! tão poucos estão dispostos a pagar o preço - dedicar-se a um devoto estudo da Palavra o tempo gasto com jornais ou recreações fúteis. Essas dificuldades não são insuperáveis, porque o Espírito, dado ao povo de Deus, guia-os em toda verdade. Igualmente assim para o ministro da Palavra: em humilde espera por Deus, unida a um diligente esforço para ser um obreiro que não tenha de que se envergonhar, irá no devido tempo expor esta verdade para a glória de Deus e a benção de seus ouvintes.

Fonte: Cinco Solas

Comente com o Facebook:

2 comentários :

  1. Pink é um daqueles autores inesgotáveis. Parabéns pelo excerto Filipão.
    É um encorajamento para todos aqueles que tem "gasto" tempo tentando ensinar sadiamente as Escrituras...
    Abração!
    Beto

    ResponderExcluir
  2. Concordo com você, Beto. Embora eu não tenha lido muitas coisas de Pink, certamente ele tem muito a nos ensinar.

    Diante da exaustiva tarefa que é incumbida a todos os crentes - isto é, buscar conhecer a sã doutrina - lembro-me também de Jim Elliot - tem aqui no blog sobre ele, na pregação "Porém, eu e minha casa serviremos ao Senhor" - que disse: "Aquele que dá o que não pode manter, para ganhar o que não pode perder, não é um tolo".

    Certamente grandes "potes de ouro" residem da busca pelo conhecimento de Deus.

    Grande abraço, meu amado!

    ResponderExcluir

Por favor, comente este texto. Suas críticas e sugestões serão úteis para o crescimento e amadurecimendo dos assuntos aqui propostos.

Compartilhe

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

pop-up LIKE

Plugin