Pular para o conteúdo principal

Não gosto de pastores, não gosto de cantoras, não gosto de evangélicos...


Pode soar terrivelmente cruel esse título, mas quem está mergulhado no ministério sabe o que digo. E quando digo “NÂO GOSTO” não é uma forma de dizer outra coisa, é que eu não gosto mesmo do jeito de 90% dos pastores, cantoras e crentes que conheço.

Não consigo assistir aos debates, os preletores são muito despreparados teologicamente e incrivelmente soberbos em suas opiniões. Não tenho sangue de barata para me manter frio durante uma hora de abobrinhas ditas como verdades absolutas. Os olhares altivos, a pose, os títulos, a forma diferenciada de falar puxando o “S”, as caretas na frente das câmeras, tudo isso me enoja... No final todo mundo se entrega e mostra o lado provinciano tentando divulgar seus “produtos” para quem pode ajudar.

Quanto aos pastores, grupo do qual faço parte, tenho acrescentar que toda soberba será abatida, e toda exploração do povo de Deus está sendo vista. É impossível que um pastor viva desencanadamente com um carro de cem mil reais enquanto existem irmãos que dariam tudo por uma bicicleta para pregar o evangelho em vilarejos no Brasil.

Estive conversando com uma mulher sem religião que mora em uma comunidade onde funciona uma igreja neo pentecostal. Ela me disse que tem nojo de crentes porque eles jogam sal grosso no quintal dela e vivem de nariz em pé. As palavras dela foram: “NUNCA vou freqüentar essa igreja, os crentes são muito metidos a besta”.

Dei razão a ela. Eles não são agentes de transformação, mas inimigos da comunidade; Não são pregadores do evangelho, mas detentores dos dogmas que matam. Em 5 minutos de conversa, apertei a mão daquela mulher e disse a ela sou de Cristo mas não sou metido a besta e beijei-lhe a mão. Bastou para que ela se abrisse e nos desse toda confiança que precisávamos.

Os cantores e as cantoras se acham a elite do gospel. Desfilam com seu exército de fãs empunhando posters e cd´s, chorando e gritando o nome do artista que ganha e gaha bem pra isso. Não gosto de crentes porque são idólatras e não discernem da mão esquerda pra direita. São os piores cegos, os que não querem enxergar.

Daqui para frente salvo raras exceções, prefiro não ter muito contato com crentes, prefiro dividir meus momentos com meus irmãos de fé e gente que não é crente, nem cantor, nem pastor, porque esses encontros não tem me edificado nem um pouco, pelo contrário só tem feito com que eu me decepcione mais com o rumo das coisas. Deus me livre!

Por: Márcio de Souza

Obs.: Ainda que o texto seja a mais pura verdade, lembro-me de ter visto um vídeo do pregador Paul Washer onde ele diz: "A igreja de Deus sempre esteve bem e saudável, está firme e continuará triunfante até à Sua chegada, o problema é que isso que você chama de igreja não é igreja do Senhor" - certamente que essas palavras nos são necessárias a fim de trazer algum alento ao coração.

Comentários

  1. Incrível amigo!!!

    Nunca esperei "ouvir" isso de um cristão, de verdade, jamais!

    Sou ateu, e, os religiosos costumam dizer que sou "anti-cristo" ou "contra deus", rsrsrs

    Como posso ser anti alguma coisa que tenho a convicção de não existir e como posso ser contra algo que jamais provaram a existência?

    O que sempre pensei foi: "se os crentes fossem menos chatos, arrogantes e soberbos, talvez convencessem muitos mais a lhes acompanhar na crença, mas, do jeito que agem, sempre querendo posar de donos supremos da verdade absoluta, não dando a menor chance à argumentação, com certeza só afastam mais e mais as pessoas de bem e angariam ignorantes.

    Eu não sou contra o cristianismo ou contra cristãos, eu sou a favor da liberdade, e, se ELES tem liberdade de credo assegurada pela lei, TAMBÉM TEM A OBRIGAÇÃO DE ACEITAR OUTRAS RELIGIÕES OU PESSOAS QUE NÃO CREIAM EM DEUSES E RELIGIÕES.

    Eles não podem querer que as leis lhes assegure direitos sem que jamais cumpram suas obrigações de cidadãos, ou seja, se querem ser respeitados, precisam respeitar, e não viver tentando minimizar e menosprezar todos os outros como fazem na maioria das vezes.

    UM EXEMPLO:

    Há uma semana fui ao velório de um sobrinho que sofreu um acidente de carro, no próprio cemitério, em um local destinado a isso, não sei o nome desses lugares....

    Como toda a família é católica, pouco antes do enterro veio um padre e por uns cinco ou não mais que dez minutos fez lá o que tinha que fazer...

    Tinham acabado de enterrar um evangélico (presbiteriano) ao lado, e, com todos já indo embora, o PASTOR perguntou se podia dizer algumas palavras e orar pelo defunto e pela família, o que lhe foi permitido, pois, minha irmã (mãe do morto) é muito educada e compreensiva, jamais diria não em um caso desses.

    Bem, o enterro deveria ter sido as dez horas, mas, o pastor começou a falar e não parou mais, repetia as mesmas coisas várias vezes e via-se que era muito despreparado, chegava a gaguejar em busca de algo inédito à dizer, e, assim tomou uma hora do tempo de várias pessoas muito cansadas, que haviam passado a noite em claro chorando e lamentando pela perda de um ente querido...

    Exatamente uma hora o homem balbuciou suas coisas até que o gerente do cemitério lhe pedisse para encerrar pois não poderiam esperar mais, já que seus funcionários estavam havia uma hora de pé ao lado do caixão esperando para conduzí-lo.

    O homem não tinha outra saída, falou mais umas rápidas palavras e encerrou o sermão.

    MAS DESCARADAMENTE SEGUIU COM O PESSOAL ATÉ A COVA ABERTA, E, JÁ LIVRE DO GERENTE, DESATOU A FALAR BOBAGENS NOVAMENTE, SIM, BOBAGENS, POIS, REPETIA TUDO O QUE JÁ DISSERA E FALAVA MUITO MAL MESMO.

    ENTÃO A MINHA PACIÊNCIA SE ESGOTOU E LHE DISSE UMAS BOAS, SOBRE RESPEITO, CANSAÇO, SOBRE COMO DEIXAR PESSOAS COM RAIVA, SOBRE DESPREPARO DE "CERTOS PASTORES" E ACIMA DE TUDO SOBRE O QUE É SER INCONVENIENTE, POIS, LHE FOI PERMITIDO DIZER ALGUMAS PALAVRAS, E NÃO PROMOVER UM CULTO, NITIDAMENTE QUERENDO COMPETIR COM O PADRE, MAS, TUDO O QUE CONSEGUIU FOI DEIXAR MUITAS PESSOAS CHATEADAS COM ELE.

    Desculpe-me pela quantidade de palavras, mas é a mais pura verdade.

    Um abraço

    PS: Parabéns pelo texto.

    Mário / Joinville - SC (th.happinessyr@yahoo.com.br)

    ResponderExcluir
  2. Infelizmente dois cometário vazio e o filipe dano mal testemunho como homem que conhece ou se diz conhecer, agora com o ateu Deus não precisa dele para provar sua existência Ele E o que E Deus !!!!
    Qualquer mensagem que não aborda as riquezas que há no conhecimento de Cristo Jesus para se fixar em questões terrenas é sermão de perdição, produzida pelo 'espírito do anticristo'. É mensagem que tem o fito de fomentar miseráveis sobre a face da terra “Porque muitos há, dos quais muitas vezes vos disse, e agora também digo, chorando, que são inimigos da cruz de Cristo, cujo fim é a perdição; cujo Deus é o ventre, e cuja glória é para confusão deles, que só pensam nas coisas terrenas” ( Fl 3:18 -19 ; 1Co 15:19 ; Cl 3:1 ).

    ResponderExcluir
  3. Caro Pr. Geovanni. Sinceramente seu comentário foi um daqueles que não entendi da onde surgiu. Digo isso pois (primeiro) devido à falta de pontuação correta, não entendi o que você quis dizer e em segundo lugar, não entendi qual foi o "mal testemunho" que dei. Também não captei qual a ligação entre o versículo que você citou e o contexto da postagem.

    Se puder me esclarecer a situação, ficaria grato.

    ResponderExcluir
  4. Esse texto retrata justamente o que eu penso, vou a igreja evangélica mas não consigo sentir absolutamente nada, nem pelas pregações e mto menos pelas pessoas... O que ainda consegue me tocar são os louvores, eu acredito mto em Deus, inclusive sou mto agradecida a ele, oro, falo com Deus no meu coração, oro pelas pessoas necessitadas, mas não consigo sentir nada dentro de uma igreja evangélica.. Já frequentei umas 3 igrejas evangélicas mas não consigo sentir absolutamente nada em nenhuma delas, cultos demorados e repetitivo, o pastor fala a mesma coisa durante horas... frequento por causa do meu marido, a família dele toda evangélica e falam mto mal dos católicos:( e isso me deixa tão triste, eu já frequentei várias igrejas, Mas pra mim a renovação carismática católica e a que mais se aproxima em amor sem julgamentos pelas pessoas

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Por favor, comente este texto. Suas críticas e sugestões serão úteis para o crescimento e amadurecimendo dos assuntos aqui propostos.

Postagens mais visitadas deste blog

A mulher deve se vestir de modo que nenhum homem venha pecar por sua causa

Muitas mulheres e moças atualmente perderam seu próprio valor e muitas mulheres cristãs não tem se dado conta disso - o que acaba por as levar se vestindo conforme o mundo tem ditado; isto é, a moda. Por que digo isso?  Tenho notado o quanto muitas mulheres e moças têm se iludido ao pensarem que é bonito usarem vestimentas que mostram todas as suas curvas, tais como: roupas justíssimas delineando seu corpo, shorts e saias curtas e blusas decotadas. Mas, se fosse para ser  assim, Deus não teria vestido Adão e Eva como diz na Bíblia: " E o Senhor Deus fez túnicas de peles para Adão e sua mulher, e os vestiu " (Gênesis 3:21). Na palavra também está escrito: " Que do mesmo modo as mulheres se ataviem em traje honesto, com pudor e modéstia, não com tranças, ou com ouro, ou pérolas, ou vestidos preciosos. Mas (como convém a mulheres que fazem profissão de servir a Deus) com boas obras " (1 Timóteo 2:9-10). Noto ainda que muitas mulheres e moças usam roupas indecentes co

É pecado um casal de namorados dormir junto?

É pecado um casal de namorados dormir junto? - por Filipe Luiz C. Machado Recentemente um irmão em Cristo perguntou-me sobre a legitimidade - ou não - para um casal de namorados poder dormir junto. Confesso que esse é um ponto delicado, mas creio que - mais uma vez - as Escrituras nos revelam aquilo que devemos fazer. É importante notarmos, primeiro, sobre que tipo de situação nos rodeia. Uma coisa é um casal de namorados que viaja de avião e cuja aeronave cai no meio da floresta, restando poucos sobreviventes e ainda por cima, estavam na estação do inverno, o que implica dizer que necessariamente todos precisam dormir juntos - para se aquecer, caso contrário, morrerão. Mas é claro que essa é uma situação hipotética e nela seria perfeitamente coerente dormir junto, pois seria um pecado deixar alguém morrer de frio quando podia-se evitá-lo. Porém, mesmo a realidade dos namorados não é esta do avião, é a partir do dia-a-dia que as dúvidas surgem. Muitos namorad

A importância da Renúncia

Texto por Angela E. P. Machado ----- “E, pondo-se Jesus a caminho, correu um homem ao seu encontro e, ajoelhando-se, perguntou-lhe: Bom Mestre, que farei para herdar a vida eterna? Respondeu-lhe Jesus: Por que me chamas bom? Ninguém é bom senão um, que é Deus. Sabes os mandamentos: Não matarás, não adulterarás, não furtarás, não dirás falso testemunho, não defraudarás ninguém, honra a teu pai e tua mãe. Então, ele respondeu: Mestre, tudo isso tenho observado desde a minha juventude. E Jesus, fitando-o, o amou e disse: Só uma coisa te falta: Vai, vende tudo o que tens, dá-o aos pobres e terás um tesouro no céu; então, vem e segue-me. Ele, porém, contrariado com esta palavra, retirou-se triste, porque era dono de muitas propriedades.” Marcos 10.17-22 Neste breve texto, vemos o reflexo daquilo em que os judeus acreditavam. Pensavam eles que as riquezas eram um sinal da aprovação de Deus e que os ricos teriam maiores possibilidades de serem salvos, ou seja, de alcançarem a vida etern