Pular para o conteúdo principal

Eike Batista, o Dinheiro e a Bíblia


A Bíblia nos alerta contra o orgulho. Ela nos diz que o orgulho é algo maligno, de modo que na raiz do orgulho, está o próprio diabo: "[...] ensoberbecendo-se, não caia na condenação do diabo" (1Tm 3.6). O orgulho, também, vem acompanhado da inveja, pois todo orgulhoso, além de se vangloriar, tende a querer sempre mais - e a inveja é firme demonstração de um dos frutos do homem não regenerado, pois é listada como sendo uma das obras da carne: "Porque as obras da carne são manifestas, as quais são [...] invejas" (Gl 5.19, 21). E para que as pessoas possam cumprir boa parte de seus desejos invejosos, elas se valem do dinheiro e para isso passam a viver em busca de lucros desenfreados, não sendo ouvintes do que diz a Escritura: "Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males" (1Tm 6.10).

E o que isso tem a ver com Eike Batista? Há dois anos, quando este conhecido bilionário estava no auge de suas empresas, concedeu uma entrevista onde disse: "Tenho que concorrer com o senhor Slim - disse Eike, referindo ao mexicano Carlos Slim, o mais rico do mundo segundo a revista 'Forbes'. - Não sei se vou passá-lo pela esquerda ou pela direita, mas vou ultrapassá-lo." [1] Disse mais: "'Nós tivemos 16 anos de um governo incrível', afirmou. Para Eike, o governo FHC gerou as bases para a estabilidade do país, com um objetivo de 'inflação zero' [...] Sobre Dilma, ele elogiou seu estilo de gerenciar e a comparou com ex-premiê britânica Margareth Thatcher, que implementou reformas duras no Reino Unido." [2]

A Bíblia nos diz: "O SENHOR fez todas as coisas para atender aos seus próprios desígnios, até o ímpio para o dia do mal" (Pv 16.4). Deus criou todas as coisas, de modo que nada veio à existência sem o Seu querer. Isto não significa que ela seja o autor do pecado, pois lemos claramente que Deus não pode pecar. No entanto, tendo Deus feito "todas as coisas para atender aos seus próprios desígnios", isso implica em dizer que todas as coisas que acontecem na terra, devem nos ensinar alguma lição e nos levar a refletir mediante a Escritura Sagrada.

Eike Batista, em seu louco amor por dinheiro e orgulho desenfreado, mesmo não sendo cristão, nos serve como um exemplo a não ser seguido. Tiago registra firmemente: "Eia agora vós, que dizeis: Hoje, ou amanhã, iremos a tal cidade, e lá passaremos um ano, e contrataremos, e ganharemos; Digo-vos que não sabeis o que acontecerá amanhã. Porque, que é a vossa vida? É um vapor que aparece por um pouco, e depois se desvanece. Em lugar do que devíeis dizer: Se o Senhor quiser, e se vivermos, faremos isto ou aquilo. Mas agora vos gloriais em vossas presunções; toda a glória tal como esta é maligna" (Tg 4.13-16).

Assim como Eike, muitos cristãos têm se perdido no pecado explanado por Tiago. Esta passagem nos ensina seis coisas: 

1. Jamais afirmar categoricamente alguma coisa, necessitando sempre nos submetermos a "Se o Senhor quiser, e se vivermos, faremos isto ou aquilo"; 
2. Nunca confiar em homens, pois estes possuem um coração terrível (Jr 17.9) - "lá passaremos um ano, e contrataremos, e ganharemos";
3. A vida é inconstante do nosso ponto de vista, de maneira que é insanidade crer se saber como será o dia de amanhã - "não sabeis o que acontecerá amanhã"; 
4. A vida dos homens é curtíssima e para isso ele deve atentar - "É um vapor que aparece por um pouco, e depois se desvanece"; 
5. Devemos, invariavelmente, colocar nossas petições diante de Deus e pedir, conforme expresso na "oração do Pai nosso", "seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu" (Mt 6.10); 
6. Não se deve vangloriar por supostamente ter um plano bem elaborado, pois uma vez que não se submete a Deus, "toda a glória tal como esta é maligna".

Qual está sendo, atualmente, o desfecho do bilionário Eike Batista? A verdade é que não ultrapassou nem pela esquerda, nem pela direita, como havia dito. Basta ler qualquer jornal e se verá que em lugar de aumentar sua riqueza, suas empresas estão entrando na "lista de possível calote" aos acionistas e sua fortuna que antes era de aproximadamente US$27 bilhões, agora está na faixa dos US$2 bilhões.

Aprendamos, portanto, a trabalhar diligentemente nesta terra, todavia, sempre confiando no Senhor e de modo algum colocando nossas esperanças na terra, pois "Maldito o homem que confia no homem, e faz da carne o seu braço, e aparta o seu coração do SENHOR!" (Jr 17.5), afinal, "que é a vossa vida? É um vapor que aparece por um pouco, e depois se desvanece". Somos peregrinos e por isso "não temos aqui cidade permanente, mas buscamos a futura" (Hb 13.14).

"O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar" (Mt 24.35; Mc 13.31; Lc 21.33).

Que Deus vos abençoe.

Nota:

Comentários

  1. com deus nao se brinca nunca se deve brincar ele eo dono do ouro e da prata assim com ele da ele tira porque dinheiro nao e tudo nestaa vida e sim o amor da familia dos amigos deus e a nossa maior felicidade.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Por favor, comente este texto. Suas críticas e sugestões serão úteis para o crescimento e amadurecimendo dos assuntos aqui propostos.

Postagens mais visitadas deste blog

A mulher deve se vestir de modo que nenhum homem venha pecar por sua causa

Muitas mulheres e moças atualmente perderam seu próprio valor e muitas mulheres cristãs não tem se dado conta disso - o que acaba por as levar se vestindo conforme o mundo tem ditado; isto é, a moda. Por que digo isso?  Tenho notado o quanto muitas mulheres e moças têm se iludido ao pensarem que é bonito usarem vestimentas que mostram todas as suas curvas, tais como: roupas justíssimas delineando seu corpo, shorts e saias curtas e blusas decotadas. Mas, se fosse para ser  assim, Deus não teria vestido Adão e Eva como diz na Bíblia: " E o Senhor Deus fez túnicas de peles para Adão e sua mulher, e os vestiu " (Gênesis 3:21). Na palavra também está escrito: " Que do mesmo modo as mulheres se ataviem em traje honesto, com pudor e modéstia, não com tranças, ou com ouro, ou pérolas, ou vestidos preciosos. Mas (como convém a mulheres que fazem profissão de servir a Deus) com boas obras " (1 Timóteo 2:9-10). Noto ainda que muitas mulheres e moças usam roupas indecentes co

É pecado um casal de namorados dormir junto?

É pecado um casal de namorados dormir junto? - por Filipe Luiz C. Machado Recentemente um irmão em Cristo perguntou-me sobre a legitimidade - ou não - para um casal de namorados poder dormir junto. Confesso que esse é um ponto delicado, mas creio que - mais uma vez - as Escrituras nos revelam aquilo que devemos fazer. É importante notarmos, primeiro, sobre que tipo de situação nos rodeia. Uma coisa é um casal de namorados que viaja de avião e cuja aeronave cai no meio da floresta, restando poucos sobreviventes e ainda por cima, estavam na estação do inverno, o que implica dizer que necessariamente todos precisam dormir juntos - para se aquecer, caso contrário, morrerão. Mas é claro que essa é uma situação hipotética e nela seria perfeitamente coerente dormir junto, pois seria um pecado deixar alguém morrer de frio quando podia-se evitá-lo. Porém, mesmo a realidade dos namorados não é esta do avião, é a partir do dia-a-dia que as dúvidas surgem. Muitos namorad

A importância da Renúncia

Texto por Angela E. P. Machado ----- “E, pondo-se Jesus a caminho, correu um homem ao seu encontro e, ajoelhando-se, perguntou-lhe: Bom Mestre, que farei para herdar a vida eterna? Respondeu-lhe Jesus: Por que me chamas bom? Ninguém é bom senão um, que é Deus. Sabes os mandamentos: Não matarás, não adulterarás, não furtarás, não dirás falso testemunho, não defraudarás ninguém, honra a teu pai e tua mãe. Então, ele respondeu: Mestre, tudo isso tenho observado desde a minha juventude. E Jesus, fitando-o, o amou e disse: Só uma coisa te falta: Vai, vende tudo o que tens, dá-o aos pobres e terás um tesouro no céu; então, vem e segue-me. Ele, porém, contrariado com esta palavra, retirou-se triste, porque era dono de muitas propriedades.” Marcos 10.17-22 Neste breve texto, vemos o reflexo daquilo em que os judeus acreditavam. Pensavam eles que as riquezas eram um sinal da aprovação de Deus e que os ricos teriam maiores possibilidades de serem salvos, ou seja, de alcançarem a vida etern