Pular para o conteúdo principal

O Cristão e a Depressão


Uma causa final de depressão no cristão é a soberania de Deus. Muito embora seja duro aceitar, a última causa pode ser: "Isso agrada a Deus". Entretanto, isso não é alguma pura, arbitrária, sádica e obtusa imposição de sofrimento. Absolutamente. Deus tem motivos e propósitos amorosos em todo o seu modo de tratar com seus filhos. A Confissão de Fé de Westminster propõe outra razão porque Deus algumas vezes permitirá a seus filhos descerem nas profundezas da depressão, e é para

levá-los a descobrir a força oculta da corrupção e fraudulência de seus corações, a fim de serem humilhados, e a fim de reanimá-los para uma dependência mais íntima e constante do apoio dele e fazê-los mais vigilantes contra toda e qualquer ocasião futura de pecar, e para vários outros fins justos e santos (CFW 5.5).

Um bem conhecido exemplo disto é Jó. Um exemplo menos conhecido é Ezequias: "Deus o desamparou, para tentá-lo, para saber tudo o que havia no seu coração" (2Cr 32.31). Isso realmente não significa que Deus abandonou a Ezequias. Deus jamais deixa ou desampara o seu povo. Esse então não é um deixar objetivo, mas subjetivo. Deus afastou-se dos sentimentos espirituais de Ezequias, de modo que ele perdesse seu senso da presença, proteção e favor de Deus. Assim, Ezequias sentiu que Deus o tinha deixado. Mas Deus tinha um sábio e amoroso propósito nisto. Seu propósito era testar Ezequias e revelar-lhe o que estava em seu coração quando o sentimento da presença de Deus fosse retirado.

Algumas vezes podemos tomar como garantida a presença de Deus em nossas vidas. Esquecemos o que poderíamos ser sem ele. E, assim, de forma sábia, temporária e proporcional Deus nos retira a percepção de sua presença e seu favor para nos conduzir a uma maior gratidão e apreço por Ele. Ele pode fazer isto agindo diretamente em nossos sentimentos. Mas também produzindo os mesmos efeitos através de amorosa aflição ao nosso cérebro, interrompendo sua química e contatos, tal como faz quando amavelmente aflige algum de seus queridos filhos com epilepsia, ou qualquer outra enfermidade.

- por David Murray
Fonte: Crente Também Tem Depressão, Ed. Os Puritanos, págs. 59-60.

Comentários

  1. Verdade e eu bem sei o que é isso, infelizmente os cristãos não estão preparados para lidar com os membros da igreja que estão assim e, já ouvi até dizer que um crente com depressão é falta de oração, os calos em meus joelhos provam que não. Só sei que mesmo nas profundezas não deixo de clamar. Na hora certa sei que Deus vai me socorrer.

    ResponderExcluir
  2. Não creio que Deus queira nosso sofrimento para nos ver submissos. Isso parece sadismo! Deus é amoroso e magnânimo, não nos quer padecendo.

    ResponderExcluir
  3. Meu filho de 12anos quando começou a ler a Bíblia e orar começou a sofrer com depressão mas eu sentia que o senhor estava operando em sua conversão.

    ResponderExcluir
  4. Meu filho de 12anos quando começou a ler a Bíblia e orar começou a sofrer com depressão mas eu sentia que o senhor estava operando em sua conversão.

    ResponderExcluir
  5. Meu filho de 12anos quando começou a ler a Bíblia e orar começou a sofrer com depressão mas eu sentia que o senhor estava operando em sua conversão.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Por favor, comente este texto. Suas críticas e sugestões serão úteis para o crescimento e amadurecimendo dos assuntos aqui propostos.

Postagens mais visitadas deste blog

A mulher deve se vestir de modo que nenhum homem venha pecar por sua causa

Muitas mulheres e moças atualmente perderam seu próprio valor e muitas mulheres cristãs não tem se dado conta disso - o que acaba por as levar se vestindo conforme o mundo tem ditado; isto é, a moda. Por que digo isso?  Tenho notado o quanto muitas mulheres e moças têm se iludido ao pensarem que é bonito usarem vestimentas que mostram todas as suas curvas, tais como: roupas justíssimas delineando seu corpo, shorts e saias curtas e blusas decotadas. Mas, se fosse para ser  assim, Deus não teria vestido Adão e Eva como diz na Bíblia: " E o Senhor Deus fez túnicas de peles para Adão e sua mulher, e os vestiu " (Gênesis 3:21). Na palavra também está escrito: " Que do mesmo modo as mulheres se ataviem em traje honesto, com pudor e modéstia, não com tranças, ou com ouro, ou pérolas, ou vestidos preciosos. Mas (como convém a mulheres que fazem profissão de servir a Deus) com boas obras " (1 Timóteo 2:9-10). Noto ainda que muitas mulheres e moças usam roupas indecentes co

É pecado um casal de namorados dormir junto?

É pecado um casal de namorados dormir junto? - por Filipe Luiz C. Machado Recentemente um irmão em Cristo perguntou-me sobre a legitimidade - ou não - para um casal de namorados poder dormir junto. Confesso que esse é um ponto delicado, mas creio que - mais uma vez - as Escrituras nos revelam aquilo que devemos fazer. É importante notarmos, primeiro, sobre que tipo de situação nos rodeia. Uma coisa é um casal de namorados que viaja de avião e cuja aeronave cai no meio da floresta, restando poucos sobreviventes e ainda por cima, estavam na estação do inverno, o que implica dizer que necessariamente todos precisam dormir juntos - para se aquecer, caso contrário, morrerão. Mas é claro que essa é uma situação hipotética e nela seria perfeitamente coerente dormir junto, pois seria um pecado deixar alguém morrer de frio quando podia-se evitá-lo. Porém, mesmo a realidade dos namorados não é esta do avião, é a partir do dia-a-dia que as dúvidas surgem. Muitos namorad

A importância da Renúncia

Texto por Angela E. P. Machado ----- “E, pondo-se Jesus a caminho, correu um homem ao seu encontro e, ajoelhando-se, perguntou-lhe: Bom Mestre, que farei para herdar a vida eterna? Respondeu-lhe Jesus: Por que me chamas bom? Ninguém é bom senão um, que é Deus. Sabes os mandamentos: Não matarás, não adulterarás, não furtarás, não dirás falso testemunho, não defraudarás ninguém, honra a teu pai e tua mãe. Então, ele respondeu: Mestre, tudo isso tenho observado desde a minha juventude. E Jesus, fitando-o, o amou e disse: Só uma coisa te falta: Vai, vende tudo o que tens, dá-o aos pobres e terás um tesouro no céu; então, vem e segue-me. Ele, porém, contrariado com esta palavra, retirou-se triste, porque era dono de muitas propriedades.” Marcos 10.17-22 Neste breve texto, vemos o reflexo daquilo em que os judeus acreditavam. Pensavam eles que as riquezas eram um sinal da aprovação de Deus e que os ricos teriam maiores possibilidades de serem salvos, ou seja, de alcançarem a vida etern