Pular para o conteúdo principal

Sobre o Culto Familiar


Considere primeiro o exemplo de Abraão, o pai da fé e o amigo de Deus. Foi por sua piedade doméstica que recebeu bênção do próprio Jeová, "Porque eu o tenho conhecido, e sei que ele há de ordenar a seus filhos e à sua casa depois dele, para que guardem o caminho do Senhor, para agir com justiça e juízo; para que o Senhor faça vir sobre Abraão o que acerca dele tem falado (Gênesis 18:19). O patriarca é elogiado, aqui, por instruir seus filhos e servos dos deveres mais importantes, "o Caminho do Senhor" - a verdade sobre Sua pessoa gloriosa, Seu direito absoluto sobre nós, o que Ele requer de nós. Note bem as palavras "ele vai comandar-los", ou seja, ele usaria a autoridade que Deus lhe dera como pai e chefe de sua casa, para fazer cumprir os deveres de piedade familiar. Abraão também orou com, bem como instruiu sua família - onde quer que ele armou a sua tenda, lá ele "edificou um altar ao Senhor", (Gênesis 12:7; 13:4). Agora, meus leitores, podemos bem perguntar-nos: Somos nós da "descendência de Abraão" (Gálatas 3:29) - se, "não fazemos as obras de Abraão" (João 8:39) e negligenciamos o grave dever do culto em família?

Os exemplos de outros homens santos são semelhantes ao de Abraão. Considere a piedosa determinação de Josué, que declarou a Israel, "porém eu e a minha casa serviremos ao Senhor" (Josué 24:15). Nem a elevada posição que ocupou, nem a urgência dos deveres públicos que ele desenvolveu, nem a multidão impediu sua atenção para o bem-estar espiritual de sua família. Novamente, quando Davi trouxe a arca de Deus para Jerusalém com alegria e ação de graças, após o exercício de seus deveres públicos, ele "voltou para casa para abençoar sua família" (2 Samuel 6:20). Além destes eminentes exemplos, podemos citar os casos de Jó (1:5) e Daniel (6:10). Limitando-nos a única no Novo Testamento, pensamos na história de Timóteo, que foi criado em um lar piedoso. Paulo chamou à memória a "fé sincera", que estava nele, e acrescentou: "a qual habitou primeiro em tua avó Lóide, e em tua mãe Eunice". Há de se admirar, então, que o apóstolo podia dizer "E que desde a tua meninice sabes as sagradas Escrituras" (2 Timóteo 3:15).

- por A. W. Pink (1886-1952)
Fonte: http://gracegems.org/Pink2/family_worship.htm (tradução de Fábio Martins)

Comentários

Postar um comentário

Por favor, comente este texto. Suas críticas e sugestões serão úteis para o crescimento e amadurecimendo dos assuntos aqui propostos.

Postagens mais visitadas deste blog

A mulher deve se vestir de modo que nenhum homem venha pecar por sua causa

Muitas mulheres e moças atualmente perderam seu próprio valor e muitas mulheres cristãs não tem se dado conta disso - o que acaba por as levar se vestindo conforme o mundo tem ditado; isto é, a moda. Por que digo isso?  Tenho notado o quanto muitas mulheres e moças têm se iludido ao pensarem que é bonito usarem vestimentas que mostram todas as suas curvas, tais como: roupas justíssimas delineando seu corpo, shorts e saias curtas e blusas decotadas. Mas, se fosse para ser  assim, Deus não teria vestido Adão e Eva como diz na Bíblia: " E o Senhor Deus fez túnicas de peles para Adão e sua mulher, e os vestiu " (Gênesis 3:21). Na palavra também está escrito: " Que do mesmo modo as mulheres se ataviem em traje honesto, com pudor e modéstia, não com tranças, ou com ouro, ou pérolas, ou vestidos preciosos. Mas (como convém a mulheres que fazem profissão de servir a Deus) com boas obras " (1 Timóteo 2:9-10). Noto ainda que muitas mulheres e moças usam roupas indecentes co

É pecado um casal de namorados dormir junto?

É pecado um casal de namorados dormir junto? - por Filipe Luiz C. Machado Recentemente um irmão em Cristo perguntou-me sobre a legitimidade - ou não - para um casal de namorados poder dormir junto. Confesso que esse é um ponto delicado, mas creio que - mais uma vez - as Escrituras nos revelam aquilo que devemos fazer. É importante notarmos, primeiro, sobre que tipo de situação nos rodeia. Uma coisa é um casal de namorados que viaja de avião e cuja aeronave cai no meio da floresta, restando poucos sobreviventes e ainda por cima, estavam na estação do inverno, o que implica dizer que necessariamente todos precisam dormir juntos - para se aquecer, caso contrário, morrerão. Mas é claro que essa é uma situação hipotética e nela seria perfeitamente coerente dormir junto, pois seria um pecado deixar alguém morrer de frio quando podia-se evitá-lo. Porém, mesmo a realidade dos namorados não é esta do avião, é a partir do dia-a-dia que as dúvidas surgem. Muitos namorad

A importância da Renúncia

Texto por Angela E. P. Machado ----- “E, pondo-se Jesus a caminho, correu um homem ao seu encontro e, ajoelhando-se, perguntou-lhe: Bom Mestre, que farei para herdar a vida eterna? Respondeu-lhe Jesus: Por que me chamas bom? Ninguém é bom senão um, que é Deus. Sabes os mandamentos: Não matarás, não adulterarás, não furtarás, não dirás falso testemunho, não defraudarás ninguém, honra a teu pai e tua mãe. Então, ele respondeu: Mestre, tudo isso tenho observado desde a minha juventude. E Jesus, fitando-o, o amou e disse: Só uma coisa te falta: Vai, vende tudo o que tens, dá-o aos pobres e terás um tesouro no céu; então, vem e segue-me. Ele, porém, contrariado com esta palavra, retirou-se triste, porque era dono de muitas propriedades.” Marcos 10.17-22 Neste breve texto, vemos o reflexo daquilo em que os judeus acreditavam. Pensavam eles que as riquezas eram um sinal da aprovação de Deus e que os ricos teriam maiores possibilidades de serem salvos, ou seja, de alcançarem a vida etern