Pular para o conteúdo principal

Não Educar Tem Consequências


Está na moda tentar fugir das consequências: para quem quer comer demais, inventou-se os produtos dietéticos; para quem quer beber sem ficar bêbado, a cerveja sem álcool; para quem quer tomar sol sem se queimar, os protetores solares. E por aí vai. Mas é impossível fugir eternamente de toda consequência. O que se faz, então, é fingir que elas não existem.

Por exemplo, a coisa mais comum hoje em dia é ver crianças que simplesmente não são educadas. Não estou falando de crianças mal-educadas, mas de crianças que os pais nem tentam educar. Quando a criança chora fazem-lhe a vontade, ensinando-lhe que para conseguir algo basta fazer escândalo. Os pais mentem para ela o tempo todo, mostrando que mentir é algo normal. Há até mesmo pais que ficam andando atrás das crianças, transformadas em pequenos tiranos, fazendo-lhes as vontades!

Ora, as crianças não tentam fingir que consequências não existem. Ao contrário: como elas estão aprendendo como o mundo funciona, não há nada mais importante para uma criança que entender de quais causas vêm quais consequências. Do choro, da manha, da birra, elas aprendem assim que vêm prêmios. Da mentira, elas aprendem que não vem nada. Da preguiça, elas aprendem que vem o descanso. Da bagunça, a arrumação feita pelos escravos, quer dizer, pelos pais.

Os pais, ocupados demais em fingir que negar uma educação aos filhos não terá consequências, têm muito mais trabalho que se quisessem educá-los. E isso enquanto são pequenos; quando crescerem, depois de uma infância dedicada a aprender que são pequenos reis a quem é proibido dizer “não”, o trabalho será muito maior. Uma hora há de chegar em que os pais não poderão dar ao tiraninho aquilo que ele deseja. Neste momento, ele ficará indignado; afinal, ele aprendeu que querer e merecer são a mesma coisa, no caso dele! É aí que ele vai roubar, mentir ou arrancar o que quer de alguém à força.

E aos pais restará ir à delegacia soltar o filho que não educaram. Desta consequência vai ser difícil fugir, mas, acreditem, eles vão continuar tentando: “são as más companhias”, “meu filho é tão carinhoso, não entendo como isso foi acontecer”, “a polícia deveria correr atrás de criminosos de verdade”…

Poucas coisas são mais simples que educar uma criança. Basta incentivar os bons hábitos e cortar pela raiz os maus. Na prática, isso significa que os maus hábitos – a manha, a birra, a preguiça, a falta de respeito com os mais velhos… – devem ser sempre castigados imediatamente. O castigo pode muitas vezes ser um simples olhar; se a criança sempre foi educada, ver que o que ela fez desagrada aos pais em geral já basta. Do mesmo modo, os bons hábitos devem ser incentivados. A criança deve considerar um fato da vida que ela deva largar o que está fazendo imediatamente para ir buscar o que o pai ou a mãe estão pedindo, deve achar natural fazer a própria cama assim que se torna capaz disso, deve saber que pessoas normais sempre pedem “por favor” e agradecem.

A única coisa que não pode nunca faltar é a coerência. A criança, repito, está tentando entender como o mundo funciona. Ela precisa, tem necessidade psicológica, de coerência e de repetição. O que foi punido ontem deve ser punido hoje, o que é obrigatório hoje deve continuar a ser obrigatório amanhã. Cada ato deve ter sempre a mesma consequência.

Só assim se pode dar aos filhos o que é um direito deles: a educação.

- por Carlos Ramalhete

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A mulher deve se vestir de modo que nenhum homem venha pecar por sua causa

Muitas mulheres e moças atualmente perderam seu próprio valor e muitas mulheres cristãs não tem se dado conta disso - o que acaba por as levar se vestindo conforme o mundo tem ditado; isto é, a moda. Por que digo isso?  Tenho notado o quanto muitas mulheres e moças têm se iludido ao pensarem que é bonito usarem vestimentas que mostram todas as suas curvas, tais como: roupas justíssimas delineando seu corpo, shorts e saias curtas e blusas decotadas. Mas, se fosse para ser  assim, Deus não teria vestido Adão e Eva como diz na Bíblia: " E o Senhor Deus fez túnicas de peles para Adão e sua mulher, e os vestiu " (Gênesis 3:21). Na palavra também está escrito: " Que do mesmo modo as mulheres se ataviem em traje honesto, com pudor e modéstia, não com tranças, ou com ouro, ou pérolas, ou vestidos preciosos. Mas (como convém a mulheres que fazem profissão de servir a Deus) com boas obras " (1 Timóteo 2:9-10). Noto ainda que muitas mulheres e moças usam roupas indecentes co

É pecado um casal de namorados dormir junto?

É pecado um casal de namorados dormir junto? - por Filipe Luiz C. Machado Recentemente um irmão em Cristo perguntou-me sobre a legitimidade - ou não - para um casal de namorados poder dormir junto. Confesso que esse é um ponto delicado, mas creio que - mais uma vez - as Escrituras nos revelam aquilo que devemos fazer. É importante notarmos, primeiro, sobre que tipo de situação nos rodeia. Uma coisa é um casal de namorados que viaja de avião e cuja aeronave cai no meio da floresta, restando poucos sobreviventes e ainda por cima, estavam na estação do inverno, o que implica dizer que necessariamente todos precisam dormir juntos - para se aquecer, caso contrário, morrerão. Mas é claro que essa é uma situação hipotética e nela seria perfeitamente coerente dormir junto, pois seria um pecado deixar alguém morrer de frio quando podia-se evitá-lo. Porém, mesmo a realidade dos namorados não é esta do avião, é a partir do dia-a-dia que as dúvidas surgem. Muitos namorad

A importância da Renúncia

Texto por Angela E. P. Machado ----- “E, pondo-se Jesus a caminho, correu um homem ao seu encontro e, ajoelhando-se, perguntou-lhe: Bom Mestre, que farei para herdar a vida eterna? Respondeu-lhe Jesus: Por que me chamas bom? Ninguém é bom senão um, que é Deus. Sabes os mandamentos: Não matarás, não adulterarás, não furtarás, não dirás falso testemunho, não defraudarás ninguém, honra a teu pai e tua mãe. Então, ele respondeu: Mestre, tudo isso tenho observado desde a minha juventude. E Jesus, fitando-o, o amou e disse: Só uma coisa te falta: Vai, vende tudo o que tens, dá-o aos pobres e terás um tesouro no céu; então, vem e segue-me. Ele, porém, contrariado com esta palavra, retirou-se triste, porque era dono de muitas propriedades.” Marcos 10.17-22 Neste breve texto, vemos o reflexo daquilo em que os judeus acreditavam. Pensavam eles que as riquezas eram um sinal da aprovação de Deus e que os ricos teriam maiores possibilidades de serem salvos, ou seja, de alcançarem a vida etern