"Eu me confesso ser do número daqueles que, aprendendo, escrevem; e escrevendo aprendem" - Agostinho

Se inscreva no meu canal do YouTube!

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Um breve comentário sobre os Calvinistas Inconsistentes


Confesso que não sei o porquê, mas mesmo assim fico indignado com certos calvinistas que, em primeiro lugar, se acham reformados, mas nem ao menos sabem o que isso significa; que em segundo lugar, fazem pouco caso das doutrinas por eles mesmos professadas e em terceiro, que constantemente se associam com arminianos de todo o tipo, como se pudesse haver duas ou mais interpretações acerca da glória de Deus, Sua Soberania, Eleição, Reprovação, Perseverança e tudo mais quanto diz respeito à crença bíblica verdadeira.

Estou perplexo com o número de calvinistas que não defendem com grande afinco as doutrinas que ostentam para si. Mal sabem eles que a "disputa" (como se pudesse haver alguma, haja vista a Bíblia ser mais do que clara sobre a Soberania absoluta de Deus sobre todas as coisas) entre calvinistas e arminianos quase gerou uma guerra civil durante a época dos puritanos, tamanha era a ênfase e vigor que pulsava em seus corações pelas leis de Deus. Porém, em nossos dias, o que vejo não são homens bradando em alta voz as doutrinas da reforma. Tais homens não fazem como a Sabedoria exemplificada em Provérbios que elevava a sua voz nas praças e cima dos muros para que todos pudessem ouvi-la; muitíssimo pelo contrário, contrariam as palavras do Mestre que nos ensina a não colocar uma candeia em lugar escondido, mas expô-la à todos!

Meus amados calvinistas que dizem ser mas não são, já está na hora de acordarmos para a verdadeira fé. Para vocês, faço a mesma pergunta que o Sr. Albert N. Martim fez aos seus alunos: "Pergunto à vocês: Vocês são calvinistas? Não, não estou perguntando se vocês leram algum livro sobre as doutrinas da graça e foram persuadidos, mas pergunto se foi Deus quem os tornou calvinistas, pois se foi Ele, suas vidas precisam ser mudadas".

Que Deus vos abençoe.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Por favor, comente este texto. Suas críticas e sugestões serão úteis para o crescimento e amadurecimendo dos assuntos aqui propostos.

Compartilhe

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

pop-up LIKE

Plugin