Pular para o conteúdo principal

O porquê de eu não concordar com a castração química e similares



Como já escrevi, o perdão não exclui a punição no que concerne aos atos da vida civil, por exemplo. Não é porque uma pessoa foi convertida, que as multas de trânsito não possuem mais "poder sobre sua vida" ou que as infrações penais passarão ao largo, afinal, não devemos confundir o perdão com as consequências dele. Cristo perdoou o ladrão na cruz, mas não o livrou da morte, pois era necessário enfrentar as consequências impostas.

Bem, mas por que sou contra a castração química, em especial fortemente desejada aos estupradores, e pedófilos? Por uma razão muito simples: "E se algum homem no campo achar uma moça desposada, e o homem a forçar, e se deitar com ela, então morrerá só o homem que se deitou com ela; Porém à moça não farás nada. A moça não tem culpa de morte; porque, como o homem que se levanta contra o seu próximo, e lhe tira a vida, assim é este caso" (Dt 22.25-26).

Biblicamente, o estupro é comparado ao homicídio, tamanha sua crueldade. Para a Bíblia, ainda que um estuprador se arrependa "com todas as suas forças", ele deve ser punido (o que não exclui sua salvação, caso seja realmente regenerado). A gravidade deste pecado, evidente, não precisa ser sequer comentada, pois mesmo os não cristãos concordam que é um crime terrível e que merece fortíssimas reprimendas.

E a questão sobre a castração ainda tem outro ponto: "Porque do interior do coração dos homens saem os maus pensamentos, os adultérios, as fornicações, os homicídios, Os furtos, a avareza, as maldades, o engano, a dissolução, a inveja, a blasfêmia, a soberba, a loucura. Todos estes males procedem de dentro e contaminam o homem" (Mc 7.21-23). Castrar quimicamente alguém, mediante injeções e substâncias que refreiem o desejo sexual, embora pareça uma boa solução, não retira "os maus pensamentos" dos ser humano. Poderiam, se quisessem, cortar o órgão genital, que mesmo assim o desejo pelo mal continuaria existindo.

Ou seja, é preciso ser contra esse método não bíblico, afinal, além de não funcionar, não faz justiça ao pecado tão grandemente cometido.

Que Deus nos abençoe e nos leve a sempre lembrar: "Tudo o que eu te ordeno, observarás para fazer; nada lhe acrescentarás nem diminuirás" (Dt 12.32).

*edição após publicação: sou conhecedor de que Dt 22.28-29 fala de algo diferente, demonstrando que caso a mulher não seja desposada (prometida em casamento), ou seja, esteja solteira, a punição não seria a morte do homem, e sim que deveria casar com ela. Esta é uma distinção importante, pois embora no caso tratado se fale de mulher prometida em casamento (devendo o estuprador ser executado) e nos versículos 28-29, de mulher solteira, o diferencial não está ser prometida em casamento ou não, e sim no "e o homem a forçar" (Dt 22.25), demonstrando que no caso dos versículos da mulher solteira, não houve estupro, e sim um homem e uma mulher solteiros que acabaram tendo relações sexuais antes do casamento - devendo, então, se casarem.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A mulher deve se vestir de modo que nenhum homem venha pecar por sua causa

Muitas mulheres e moças atualmente perderam seu próprio valor e muitas mulheres cristãs não tem se dado conta disso - o que acaba por as levar se vestindo conforme o mundo tem ditado; isto é, a moda. Por que digo isso?  Tenho notado o quanto muitas mulheres e moças têm se iludido ao pensarem que é bonito usarem vestimentas que mostram todas as suas curvas, tais como: roupas justíssimas delineando seu corpo, shorts e saias curtas e blusas decotadas. Mas, se fosse para ser  assim, Deus não teria vestido Adão e Eva como diz na Bíblia: " E o Senhor Deus fez túnicas de peles para Adão e sua mulher, e os vestiu " (Gênesis 3:21). Na palavra também está escrito: " Que do mesmo modo as mulheres se ataviem em traje honesto, com pudor e modéstia, não com tranças, ou com ouro, ou pérolas, ou vestidos preciosos. Mas (como convém a mulheres que fazem profissão de servir a Deus) com boas obras " (1 Timóteo 2:9-10). Noto ainda que muitas mulheres e moças usam roupas indecentes co

É pecado um casal de namorados dormir junto?

É pecado um casal de namorados dormir junto? - por Filipe Luiz C. Machado Recentemente um irmão em Cristo perguntou-me sobre a legitimidade - ou não - para um casal de namorados poder dormir junto. Confesso que esse é um ponto delicado, mas creio que - mais uma vez - as Escrituras nos revelam aquilo que devemos fazer. É importante notarmos, primeiro, sobre que tipo de situação nos rodeia. Uma coisa é um casal de namorados que viaja de avião e cuja aeronave cai no meio da floresta, restando poucos sobreviventes e ainda por cima, estavam na estação do inverno, o que implica dizer que necessariamente todos precisam dormir juntos - para se aquecer, caso contrário, morrerão. Mas é claro que essa é uma situação hipotética e nela seria perfeitamente coerente dormir junto, pois seria um pecado deixar alguém morrer de frio quando podia-se evitá-lo. Porém, mesmo a realidade dos namorados não é esta do avião, é a partir do dia-a-dia que as dúvidas surgem. Muitos namorad

A importância da Renúncia

Texto por Angela E. P. Machado ----- “E, pondo-se Jesus a caminho, correu um homem ao seu encontro e, ajoelhando-se, perguntou-lhe: Bom Mestre, que farei para herdar a vida eterna? Respondeu-lhe Jesus: Por que me chamas bom? Ninguém é bom senão um, que é Deus. Sabes os mandamentos: Não matarás, não adulterarás, não furtarás, não dirás falso testemunho, não defraudarás ninguém, honra a teu pai e tua mãe. Então, ele respondeu: Mestre, tudo isso tenho observado desde a minha juventude. E Jesus, fitando-o, o amou e disse: Só uma coisa te falta: Vai, vende tudo o que tens, dá-o aos pobres e terás um tesouro no céu; então, vem e segue-me. Ele, porém, contrariado com esta palavra, retirou-se triste, porque era dono de muitas propriedades.” Marcos 10.17-22 Neste breve texto, vemos o reflexo daquilo em que os judeus acreditavam. Pensavam eles que as riquezas eram um sinal da aprovação de Deus e que os ricos teriam maiores possibilidades de serem salvos, ou seja, de alcançarem a vida etern