Pular para o conteúdo principal

4 coisas que você jamais deve falar para mães que ficam em casa


Mães.

Elas trabalham 24 horas por dia, 365 dias por ano - horas extras nos feriados, sob estresse e demandas e necessidades constantes, executam todos os tipos de tarefas insanas e raramente, ou nunca, têm uma pausa. Se por acaso elas conseguem uma pausa ou sair de férias, seus pensamentos são consumidos com preocupações sobre os filhos e todas as coisas que terá que fazer quando chegar em casa. Além desse trabalho de tempo integral (até mais que isso), algumas mães também possuem trabalhos fora de casa ou trabalham em casa. Isso também pode se aplicar aos pais ou responsáveis. Como eles fazem isso?

No entanto, às vezes parece que as mães que ficam em casa são subestimadas pela sociedade de hoje. Família, amigos ou estranhos às vezes podem fazer comentários que fazem as mães se sentirem pouco ou nada importantes. Infelizmente, uma grande quantidade de comentários rudes vem de outras mães. (Leia: Mom vs. Mom: How to keep the peace amid the 'mommy wars.') Independentemente se você for um amigo, um parente, outra mãe ou um estranho, há coisas que soam como julgamento ou dolorosas, mesmo que você tenha boas intenções, quando fala com uma mãe que é dona de casa.

"Eu gostaria de poder me dar ao luxo de ficar em casa", ou "Seu marido deve ganhar muito dinheiro!" ou "Eu não estou tão bem quanto você, então não posso ficar em casa."

Muitas vezes, esta afirmação vem de mães que trabalham, que provavelmente comentam devido ao seu próprio desejo de ficar em casa com seus filhos. No entanto, ela faz parecer como se a mãe que fica em casa estivesse vivendo uma vida de luxo. Provavelmente, o dinheiro está apertado. Independentemente disso, é um sacrifício financeiro. É uma decisão difícil - trabalhar ou ficar em casa, mas devemos ter cuidado para não julgar uns aos outros por causa disso.

"Você não trabalha?!" ou "Para que você fez faculdade?" ou "Você não quer contribuir para a casa?"

Acredite ou não, as mães ESTÃO trabalhando. O tempo todo. Estamos de plantão 24 horas por dia. Contribuímos para a casa de uma forma muito significativa. Os diplomas da faculdade também vêm a calhar. Muitas mães controlam as finanças e pagam as contas, compram mantimentos, limpam a casa, o que inclui - roupas, louça, chão, recolhem brinquedos, limpam banheiros - cuidam de machucados e contusões, higienizam a casa após fraldas tóxicas e problemas de estômago, limpam a casa (sim, eu disse isso duas vezes), acompanham cronogramas, ensinam crianças e as ajudam com o dever de casa. A lista continua. Um diploma universitário e a experiência da faculdade ajudam nesta arena. Que outro trabalho exige tantas habilidades, horas e capacidade de fazer várias coisas ao mesmo tempo? Nenhum. E, eu mencionei que não é remunerado? Mas há muitos beijos e abraços, então isso ajuda.

"Deve ser bom ficar em casa e não fazer nada o dia todo", ou quaisquer sentenças que assumem ou sugerem que ser uma dona de casa é fácil e livre de estresse.

Embora ser mãe seja um trabalho importante com muitas recompensas e alegrias, eu acho que nenhuma mãe diria que é fácil ou livre de estresse. Existe uma suposição de que as mães passeiam o tempo todo, indo à manicure e pedicure, assistindo filmes e comendo chocolates o dia todo? Eu acho que, mesmo se tentássemos, haveria certamente uma criança lá para estragar o esmalte, exigir um programa para crianças e comer toda a nossa sobremesa. Quero dizer, nós não podemos nem ir ao banheiro ou tomar um banho ininterrupto, muito menos sentar para almoçar. É uma ocupação sem pausas com apenas devaneios de "não fazer nada". E, se "não fazer nada" acontece alguma vez - como tentar ir dormir (haha!), nossos cérebros nos bombardeiam com todas as coisas que deveríamos estar fazendo.

"Ela (mãe que fica em casa) pode fazê-lo, ela não tem nenhuma programação e muito tempo livre" ou "O que você faz o dia todo?" ou "Sua casa deve ser muito limpa."

Calma. O quê? Sim, podemos estar limpando a casa ou realizando tarefas o dia todo, mas nossos filhos também estão fazendo suas bagunças e realizando nossas tarefas conosco o dia todo. Não há tempo "livre". Nenhum. Na verdade, nos leva ainda mais tempo para fazer qualquer tarefa com crianças. Enquanto limpamos, alguém está bem atrás de nós fazendo uma bagunça. Imagine ir ao mercado para pegar algumas coisas como leite, pão, ovos e queijo. Cinco a dez minutos no máximo, certo? Não com crianças.

- Colocar os sapatos nas crianças novamente (já que elas os tiraram no carro antes de chegar ao mercado).
- Sair do carro e tentar encurralar as crianças para dentro da loja (é como pastorear gatos com pistolas de água).
- Puxar as crianças para longe dos doces/ brinquedos/ bebidas/ coisas legais que elas querem (isso pode acontecer várias vezes).
- Parar as birras ou colapsos seguidos.
- Ir para o outro lado do mercado pegar um item que você esqueceu durante a crise mencionada.
- Na hora de pagar, um dos pequenos corre para a porta (e estacionamento lotado) enquanto o outro abre - e come - o doce que está ao seu alcance (eles realmente deveriam colocar essas coisas atrás de vidros, como cigarros).
- Você compra coisas - como o doce meio comido - que você não estava planejando.
- Você esqueceu um item, mas não vai perceber até estar cozinhando o jantar.
- Outra criança batalha durante a tentativa de colocar o cinto em seus assentos de carro.
- E agora, a "viagem rápida" ao mercado já levou mais de uma hora.
- Onde é que está todo esse "tempo livre"?!

Mães que ficam em casa não são "apenas mães". Nossa carga de trabalho é enorme e muitas vezes fica maior ainda devido aos nossos pequenos "ajudantes". Sim, passamos muito tempo em casa (e desejamos ter tempo para sair e conversar com outros adultos às vezes), mas isso não significa que nós não fazemos nada, temos uma agenda livre, estamos vivendo no luxo ou estamos desperdiçando nosso diploma e vida sem nossa potencial carreira. C.S. Lewis disse, "A dona de casa tem a carreira definitiva. Todas as outras carreiras existem para um único propósito - que consiste em apoiar a carreira definitiva." Temos a carreira definitiva - e trabalhamos bem duro nela. 

Parabéns para todas as mães - que trabalham, as donas de casa e Sr. Mãe, também conhecidos como pais que ficam em casa.

- por Wendy Jensen

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A mulher deve se vestir de modo que nenhum homem venha pecar por sua causa

Muitas mulheres e moças atualmente perderam seu próprio valor e muitas mulheres cristãs não tem se dado conta disso - o que acaba por as levar se vestindo conforme o mundo tem ditado; isto é, a moda. Por que digo isso?  Tenho notado o quanto muitas mulheres e moças têm se iludido ao pensarem que é bonito usarem vestimentas que mostram todas as suas curvas, tais como: roupas justíssimas delineando seu corpo, shorts e saias curtas e blusas decotadas. Mas, se fosse para ser  assim, Deus não teria vestido Adão e Eva como diz na Bíblia: " E o Senhor Deus fez túnicas de peles para Adão e sua mulher, e os vestiu " (Gênesis 3:21). Na palavra também está escrito: " Que do mesmo modo as mulheres se ataviem em traje honesto, com pudor e modéstia, não com tranças, ou com ouro, ou pérolas, ou vestidos preciosos. Mas (como convém a mulheres que fazem profissão de servir a Deus) com boas obras " (1 Timóteo 2:9-10). Noto ainda que muitas mulheres e moças usam roupas indecentes co

É pecado um casal de namorados dormir junto?

É pecado um casal de namorados dormir junto? - por Filipe Luiz C. Machado Recentemente um irmão em Cristo perguntou-me sobre a legitimidade - ou não - para um casal de namorados poder dormir junto. Confesso que esse é um ponto delicado, mas creio que - mais uma vez - as Escrituras nos revelam aquilo que devemos fazer. É importante notarmos, primeiro, sobre que tipo de situação nos rodeia. Uma coisa é um casal de namorados que viaja de avião e cuja aeronave cai no meio da floresta, restando poucos sobreviventes e ainda por cima, estavam na estação do inverno, o que implica dizer que necessariamente todos precisam dormir juntos - para se aquecer, caso contrário, morrerão. Mas é claro que essa é uma situação hipotética e nela seria perfeitamente coerente dormir junto, pois seria um pecado deixar alguém morrer de frio quando podia-se evitá-lo. Porém, mesmo a realidade dos namorados não é esta do avião, é a partir do dia-a-dia que as dúvidas surgem. Muitos namorad

A importância da Renúncia

Texto por Angela E. P. Machado ----- “E, pondo-se Jesus a caminho, correu um homem ao seu encontro e, ajoelhando-se, perguntou-lhe: Bom Mestre, que farei para herdar a vida eterna? Respondeu-lhe Jesus: Por que me chamas bom? Ninguém é bom senão um, que é Deus. Sabes os mandamentos: Não matarás, não adulterarás, não furtarás, não dirás falso testemunho, não defraudarás ninguém, honra a teu pai e tua mãe. Então, ele respondeu: Mestre, tudo isso tenho observado desde a minha juventude. E Jesus, fitando-o, o amou e disse: Só uma coisa te falta: Vai, vende tudo o que tens, dá-o aos pobres e terás um tesouro no céu; então, vem e segue-me. Ele, porém, contrariado com esta palavra, retirou-se triste, porque era dono de muitas propriedades.” Marcos 10.17-22 Neste breve texto, vemos o reflexo daquilo em que os judeus acreditavam. Pensavam eles que as riquezas eram um sinal da aprovação de Deus e que os ricos teriam maiores possibilidades de serem salvos, ou seja, de alcançarem a vida etern