Pular para o conteúdo principal

O Problema de Focar no Seu Casamento



Focar no seu casamento pode ser uma boa coisa. E isso pode realmente bagunçar tudo.

Isso depende do tipo de foco você está dando. Se isso envolver uma sessão extra de atenção, consciência e investimento, para aprofundar as raízes ou para curar - e então para melhor refletir Jesus e Sua noiva - isso pode ser uma dádiva. Muitos de nós temos lucrado com épocas como essa, e talvez deveríamos fazer isso com mais freqüência.

Porém há um outro tipo de foco no seu casamento - e em particular, os bons efeitos do casamento - que podem verdadeiramente roubar o casamento do seu poder para transformar o mundo designado por Deus.
Os Maravilhosos Efeitos do Casamento

Casamento é uma extraordinária realidade, a qual frutifica extraordinariamente não apenas na igreja, mas também na sociedade. É um trágico sinal de que um tsunami de dor está vindo quando a civilização começa a mexer com sua concepção de casamento.

Os bons efeitos incluem, entre outras coisas, beneficiar a saúde, emprego, aumentar os ganhos, o sucesso material dos filhos e até mesmo remediar a pobreza. O casamento sustenta incomparavelmente a balança social em benefício dos pobres, minorias e crianças.

Comece fazendo uma lista dos frutos, e irá parecer que os efeitos pragmáticos de casamentos sólidos são inesgotáveis. Mas o perigo espreita.
Quem Está no Centro

Deus não criou o casamento para ser o centro do universo na nossa vida, mas sim Seu eterno Filho. Ele quer nos dizer para termos nosso crucificado e ressurreto noivo no centro, e por causa do peso de Sua pessoa e obra, manter o planeta casamento - de grande tamanho em termos de planetas, mas ofuscado pelo sol - em sua órbita adequada e no seu campo gravitacional de suporte a vida. O casamento não significa meramente uma sociedade frutífera. O casamento é para nos mostrar Jesus e seu poder de mudar o mundo.

No livro "Esse Casamento Momentâneo"¹, John Piper reconhece que ele deixa de falar muito sobre os bons efeitos do casamento. Mas há um plano nisso. Os problemas vêm quando nós focamos em nosso casamentos como o grande remédio para os problemas da sociedade, ao invés da graça do Noivo para quem o casamento aponta.

"Focar nos efeitos pragmáticos do casamento mina o próprio poder do casamento para alcançar os efeitos desejados. Em outras palavras, por causa de todos esses benéficos efeitos práticos, nós não devemos focar neles. Esse é o modo de vida que foi designado por Deus para funcionar. Faça d'Ele e da glória do Seu filho o centro, e você obtém os efeitos práticos inclusos. Faça dos efeitos práticos o centro e você perde ambos.
… Quero que as pessoas florescam em todos os sentidos. Quero que os pobres levantem-se em alegria, auto sustento, trabalho produtivo e famílias estáveis. Portanto, por causa destes bons efeitos do casamento, que seja anunciado com alegria que há razões para o casamento que são muito mais importantes.

O casamento não é principalmente a respeito de prosperar economicamente; é sobre exibir a contínua aliança de amor entre Cristo e Sua igreja. Conhecer a Cristo é mais importante do que ganhar a vida. Entesourar Cristo é mais importante do que criar filhos. Estar unido a Cristo pela fé é uma fonte maior de sucesso no casamento do que sexo perfeito e prosperidade com renda em dobro.

Se nós fizermos das coisas secundárias o primárias, elas cessam de ser secundárias e tornam-se idolatria. Elas tem seu lugar. Mas elas não estão em primeiro, e elas não estão garantidas...

Assim é com o casamento. Ele é um presente momentâneo. Ele pode durar uma vida inteira, ou pode ser arrebatado na lua de mel. De qualquer forma, ele é breve. Ele pode ter muitos dias ensolarados ou pode ser nublado. Se nós fizermos das coisas secundárias as primárias, nós vamos ser amargurados nas tristrezas que vamos enfrentar. Mas se nós decidirmos fazer do casamento, sobretudo, aquilo que Deus designou para ser, nem tristezas e nem calamidades podem ficar no nosso caminho. Cada um deles será, não um obstáculo para o avanço, mas um caminho para avançar. A beleza do amor pactual duradouro entre Cristo e Sua noiva brilha infinitamente mais quando nada além de Cristo pode sustentar isto".

- por David Mathis

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A mulher deve se vestir de modo que nenhum homem venha pecar por sua causa

Muitas mulheres e moças atualmente perderam seu próprio valor e muitas mulheres cristãs não tem se dado conta disso - o que acaba por as levar se vestindo conforme o mundo tem ditado; isto é, a moda. Por que digo isso?  Tenho notado o quanto muitas mulheres e moças têm se iludido ao pensarem que é bonito usarem vestimentas que mostram todas as suas curvas, tais como: roupas justíssimas delineando seu corpo, shorts e saias curtas e blusas decotadas. Mas, se fosse para ser  assim, Deus não teria vestido Adão e Eva como diz na Bíblia: " E o Senhor Deus fez túnicas de peles para Adão e sua mulher, e os vestiu " (Gênesis 3:21). Na palavra também está escrito: " Que do mesmo modo as mulheres se ataviem em traje honesto, com pudor e modéstia, não com tranças, ou com ouro, ou pérolas, ou vestidos preciosos. Mas (como convém a mulheres que fazem profissão de servir a Deus) com boas obras " (1 Timóteo 2:9-10). Noto ainda que muitas mulheres e moças usam roupas indecentes co

É pecado um casal de namorados dormir junto?

É pecado um casal de namorados dormir junto? - por Filipe Luiz C. Machado Recentemente um irmão em Cristo perguntou-me sobre a legitimidade - ou não - para um casal de namorados poder dormir junto. Confesso que esse é um ponto delicado, mas creio que - mais uma vez - as Escrituras nos revelam aquilo que devemos fazer. É importante notarmos, primeiro, sobre que tipo de situação nos rodeia. Uma coisa é um casal de namorados que viaja de avião e cuja aeronave cai no meio da floresta, restando poucos sobreviventes e ainda por cima, estavam na estação do inverno, o que implica dizer que necessariamente todos precisam dormir juntos - para se aquecer, caso contrário, morrerão. Mas é claro que essa é uma situação hipotética e nela seria perfeitamente coerente dormir junto, pois seria um pecado deixar alguém morrer de frio quando podia-se evitá-lo. Porém, mesmo a realidade dos namorados não é esta do avião, é a partir do dia-a-dia que as dúvidas surgem. Muitos namorad

A importância da Renúncia

Texto por Angela E. P. Machado ----- “E, pondo-se Jesus a caminho, correu um homem ao seu encontro e, ajoelhando-se, perguntou-lhe: Bom Mestre, que farei para herdar a vida eterna? Respondeu-lhe Jesus: Por que me chamas bom? Ninguém é bom senão um, que é Deus. Sabes os mandamentos: Não matarás, não adulterarás, não furtarás, não dirás falso testemunho, não defraudarás ninguém, honra a teu pai e tua mãe. Então, ele respondeu: Mestre, tudo isso tenho observado desde a minha juventude. E Jesus, fitando-o, o amou e disse: Só uma coisa te falta: Vai, vende tudo o que tens, dá-o aos pobres e terás um tesouro no céu; então, vem e segue-me. Ele, porém, contrariado com esta palavra, retirou-se triste, porque era dono de muitas propriedades.” Marcos 10.17-22 Neste breve texto, vemos o reflexo daquilo em que os judeus acreditavam. Pensavam eles que as riquezas eram um sinal da aprovação de Deus e que os ricos teriam maiores possibilidades de serem salvos, ou seja, de alcançarem a vida etern