"Eu me confesso ser do número daqueles que, aprendendo, escrevem; e escrevendo aprendem" - Agostinho

Se inscreva no meu canal do YouTube!

domingo, 20 de fevereiro de 2011

A Quem Devemos Temer? Sermão pregado dia 13.02.2011


A Quem Devemos Temer? - por Filipe Luiz C. Machado
Sermão pregado dia 13.02.2011


Nosso texto: Lucas 12.1-7

Amados, como já havíamos visto anteriormente, Lucas escrevera para seu amigo Teófilo. Também vimos que o próprio Lucas se dera o trabalho de investigar "tudo cuidadosamente, desde o começo, e decidi escrever-te um relato ordenado, ó excelentíssimo Teófilo" (Lc 1.3) Lucas não reproduziu apenas algum relato, mas verificou para ter certeza da veracidade dos fatos que estaria para relatar.

Nos versículos anteriores à nossa passagem, Lucas descreve uma conversa que Jesus teve na casa de um fariseu. Jesus criticou a esses por "limparem o exterior, mas não o interior", porque "amam os lugares de honra" e "sobrecarregam os homens com fardos difíceis" - os fariseus então estavam "esperando apanhá-lo em algo que dissesse".

Nosso texto de hoje começa dizendo que, como de costume, uma multidão seguia Jesus. Lucas então nos relata o que Jesus falou especificamente aos seus discípulos. Notemos que Jesus profere tanto advertências como motivações para os seus.

Suas advertências começam com:

1. "Tenham cuidado com o fermento dos fariseus, que é hipocrisia" (v.1). Vejamos que anteriormente Jesus havia censurado os fariseus pelo mesmo motivo. Em Mt 16.5-12 Jesus fala e explica aos discípulos que esse fermento é o ensino dos fariseus. Lhes explica que esse ensinamento que os fariseus proferiam, era válido apenas para os ouvintes, pois eles próprios não praticavam aquilo que diziam, apenas acumulavam conhecimento que não transformava suas vidas. Em 1Co 5.6 Paulo diz: "O orgulho de vocês não é bom. Vocês não sabem que um pouco de fermente faz toda a massa ficar fermentada?"

2. "Não há nada escondido que não venha a ser descoberto, ou oculto que não venha a ser conhecido" (v.2) Os fariseus se vangloriavam de ostentarem exteriormente uma aparência de piedade e devoção, mas eram como lobos em forma de cordeiro. Jesus sabia que, embora os fariseus aparentassem ser uma coisa quando na realidade eram outra, um dia tudo seria descoberto e revelado (dia do juízo). Jesus exorta seus discípulos dizendo-lhes que nada está oculto aos olhos de Deus. Nós que vivemos no século XXI, jamais deveríamos nos esquecer de tal seriedade!

3. "O que vocês disseram nas trevas será ouvido à luz do dia, e o que vocês sussurraram aos ouvidos dentro de casa, será proclamado dos telhados". (v.3) Tal advertência é semelhante a anterior, mas difere no sentido que Jesus está querendo dar. Ele alerta-lhes para que não pensem que mesmo em suas casas, na noite escura ou em qualquer outro lugar onde "ninguém está vendo", podem estar livres dos olhos do Senhor. Nada escapa-Lhe aos olhos!

Jesus então parte para a segunda parte da narrativa.

Suas motivações começam com:

1. "Eu lhes digo, meus amigos: 'Não tenham medo dos que matam o corpo e depois nada mais podem fazer'"(v.4) Jesus está lhes dizendo que, embora fossem sofrer fisicamente por amor ao evangelho, apenas os seus corpos sofreriam. Jesus queria lhes incutir na mente de que homens maldosos e perseguidores do evangelho, nada mais podem fazer além de matar o corpo. Amados, ladrões, assassinos, caluniadores, zombadores, amigos e colegas do trabalho e da faculdade que escarnecem de você e de seu cristianismo, eles nada podem fazer com sua alma! Não há motivo para temermos o mal, pois Cristo nos deixou a promessa de que homens matam apenas o corpo.

Mais adiante, no livro de Atos dos Apóstolos lemos que "Eles foram convencidos pelo discurso de Gamaliel. Chamaram os apóstolos e mandaram açoitá-los. Depois, ordenaram-lhes que não falassem em nome de Jesus e os deixaram sair em liberdade. Os apóstolos saíram do Sinédrio, alegres por terem sido considerados dignos de serem humilhados por causa do Nome." (At 5.40-42) Como seria diferente nossa geração e nossas vidas se lembrássemos disso todos o dias! Se a cada manhã nos viesse à memória de que o homem nada pode fazer conosco, exceto acabar com o corpo e nos enterrar, certamente viveríamos e proclamaríamos a Cristo com mais ousadia.

2. "Mas eu lhes mostrarei a quem vocês devem temer: temam aquele que, depois de matar o corpo, tem poder para lançar no inferno. Sim, eu lhes digo, esse vocês devem temer". (v.5) O pentecostalismo e suas vertentes, constantemente dão ênfase em demasia para o mal (aliás, não é preciso estar imerso no arraial pentecostal, basta se desviar das Sagradas Escrituras). O Diabo e seus demônios são tão presentes nas pregações e na literatura, que os envolvidos nesse sistema acabam tendo mais medo do Diabo e seus demônios do que de Deus. Nas conversas de acampamento (tanto de jovens como de adultos), o medo do demônio em meio a fogueira é sempre certo. Histórias de eventos sobrenaturais são constantes nesse recinto. Ouvimos e vemos pessoas que dizem passar bem longe de cemitérios e de casas de benzimento com medo dos demônios, dos espíritos maus. Pessoas que relatam visões estranhas e tremem só em pensar nelas. Outras ainda são tão fascinadas pelo sobrenatural, que vão para além da Bíblia e passam a nomear os espíritos demoníacos e a classificá-los por maldade, coisa que a Bíblia nem menciona ou incentiva.

Mas ninguém! Absolutamente ninguém que está cercado dessa doutrina e literatura teme em ir ao culto de maneira desordenada e sem refletir acerca de sua própria consciência! As pessoas temem ao Diabo, mas não temem a Deus! Temem entrar numa casa espírita, mas não temem entrar em oração com o coração totalmente alheio à vontade do Senhor. Temem ficar falando muito sobre o Diabo, mas ferem constantemente o 3º mandamento que diz: "Não tomarás em vão o nome do Senhor, o teu Deus, pois o Senhor não deixará impune quem tomar o seu nome em vão" Ex 20.7 Amado, se você tem agido de tal forma, você tem temido a pessoa errada!

Reflita por um momento: Qual a imagem de inferno que lhe vem a mente? Creio que possivelmente você já se deparou com alguém ou algum filme e/ou literatura que expresse o inferno mais ou menos desse jeito: 1. pecadores não redimidos sofrendo; 2. os demônios sofrendo e trabalhando; 3. o Diabo sofrendo, mas reinando no inferno. Se você tem pensado assim, esqueça isso!

Trema e tema ao falar e brincar sobre Deus! Se você tem brincado de ser cristão, acorde pois o juízo bate já bate à porta. Hoje somos jovens, mas num abrir e fechar de olhos seremos idosos. Infelizmente em nossos dias está se proliferando filmes "evangélicos" onde a figura do Diabo é tão forte quanto nosso Deus. Tão triste quanto, é saber que cristãos tem visto, lido e indicado tal doutrina alheia à palavra de Deus como se não fossem prestar conta por "cada palavra inútil que tiverem proferido" Mt 12.36

Ap 20.10 nos diz: "O diabo, que as enganava, foi lançado no lago de fogo que arde com enxofre, onde já haviam sido lançados a besta e o falso profeta. Eles serão atormentados dia e noite, para todo o sempre." Não há sequer uma única menção na Bíblia que nos leve a entender que o Diabo reinará sobre o inferno. Não! Ele sofrerá sua impenitência assim como todos os demônios e os pecadores não regenerados. Nosso Deus é soberano até mesmo no inferno.

3. "Não se vendem cinco pardais por duas moedinhas? Contudo, nenhum deles é esquecido por Deus. Até os cabelos da cabeça de vocês estão todos contados. Não tenham medo; vocês valem mais do que muitos pardais!" (v. 6,7) Após essa segunda grande motivação (e em certo ponto também advertência) de Jesus, ele lhes traz novo alento aos corações. Diz-lhes Jesus que nada lhes aconteceria sem que Deus permitisse e estivesse no controle. O versículo "não tenham medo; vocês valem mais do que muitos pardais!", deveria ser grifado em nossa vida.

Amados, Deus jamais abandona os seus. Jamais labutaremos em vão se estivermos firmes na santa palavra de Deus. Aqueles que vivem e se esforçam na caminhada cristã, podem confiantemente entoar e falarem em alta voz: "O Senhor é o meu pastor; de nada terei falta. Em verdes pastagens me faz repousar e me conduz a águas tranquilas; restaura-me o vigor. Guia-me nas veredas da justiça por amor do seu nome. Mesmo quando eu andar por um vale de trevas e morte, não temerei perigo algum, pois tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me protegem. Preparas um banquete para mim à vista dos meus inimigos. Tu me honras, ungindo a minha cabeça com óleo e fazendo transbordar o meu cálice. Sei que a bondade e a fidelidade me acompanharão todos os dias da minha vida, e voltarei à casa do Senhor enquanto eu viver." Salmo 23

Amém.

Comente com o Facebook:

2 comentários :

  1. Graça e paz amado irmão, primeiramente eu gostaria que você conhecesse o meu blog e lesse um artigo que escrevi a respeito de prosperidade bíblica.
    Segundo, eu quero saber se você tem onde morar, ou o que comer?
    Se você tem tudo isso, louve ao Senhor, pois muitos agora estão padecendo necessidades.
    Mais do que o pão natural, elas precisam do pão da vida, mas isso não significa que elas também não precisem do alimento comum.
    Tg 2.15-16
    E, se o irmão ou a irmã estiverem nus, e tiverem falta de mantimento quotidiano,
    E algum de vós lhe disser: Ide em paz, aquentai-vos e fartai-vos, e lhe não derdes as coisas necessárias para o corpo, que proveito virá daí?
    Não podemos negar a realidade: somos uma igreja rica.
    O senhor tem prosperado as nossas vidas, mas a prosperidade bíblica não é reter e sim abençoar o reino de Deus.
    Missões custam muito dinheiro, cruzadas também, nem todos tem estrutura espiritual para serem milionários, mas Deus chamou alguns para que assim pudessem investir no reino de Deus.
    Reconheço que existem algumas igrejas que estão se tornando materialistas e tem feito do evangelho um comércio, elas podem até citar algumas referencias dos livros de irmão hagin, mas elas não são totalmente fiéis aos seus ensinamentos.
    Estou fazendo esse comentário para edificar a sua vida, pois a palavra nos ensina a não falar mal de homens de Deus. Eu também já critiquei o irmão Hagin, mas hoje faço parte dessa visão, e vejo que não tem nada a ver com o que os críticos têm falado.
    Esse é o meu email:
    nilson_ador@hotmail.com
    se desejar mais algum esclarecimento entre em contato conosco: 83-99446515 (Tim)

    ResponderExcluir
  2. Olá Filipe.
    Belo texto. É reconfortante quando vemos pessoas pregando saudavelmente a Palavra, pura e simples. Ainda mais em nossa região, tão carente de pregadores e não líderes de auditório. Some-se a isso tudo, sua pouca idade, e seu ministério, o que dá uma luz ao futuro, mostrando que o Senhor sempre guarda um remanescente. Louvado seja o Seu nome.

    Agora, esse Petros/Nilson está de brincadeira.
    Filhão, colar a mesma mensagem em vários blogs; falando as mesmas tristes falácias. Tenha santa paciência. Procure algo melhor para fazer, como ler a bíblia. Se ao menos você se desse ao trabalho de ler as postagens na qual cola o mesmo comentário de sempre, veria que o "papai" Hagin esteve a vários kilometros da sã doutrina.
    Procure ajuda, rapaz...
    Alberto Oliveira

    ResponderExcluir

Por favor, comente este texto. Suas críticas e sugestões serão úteis para o crescimento e amadurecimendo dos assuntos aqui propostos.

Compartilhe

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

pop-up LIKE

Plugin