"Eu me confesso ser do número daqueles que, aprendendo, escrevem; e escrevendo aprendem" - Agostinho

Se inscreva no meu canal do YouTube!

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Preocupe-se menos com a vontade de Deus para sua vida!

Texto por Francis Chan
-----

Uma vez exposto nosso coração à verdade, se recusamos ou rejeitamos a obediência aos impulsos que ela desperta, bloqueamos os movimentos da vida dentro de nó, e, se persistimos, entristecemos e calamos o Espírito Santo. A. W. Tozer
---

Quantos vezes você já ouviu alguém dizer: "Eu só queria conhecer a vontade de Deus para a minha vida"? Sei que eu ansiava por isso antes, mas agora vejo essa atitude como uma forma equivocada de raciocínio e discurso.

Há bem poucas pessoas nas Escrituras que conheceram por antecipação o plano de Deus para sua vida (ou mesmo algo menor, como o plano divino para os cincos anos seguintes). Pense em Abraão, que foi orientado a pegar sua família, juntar todas as suas posses e começar a caminhar. Ele não sabia aonde estava indo. Não sabia se voltaria depois. Não conhecia nenhum dos detalhes que consideramos fundamentais (p. ex., seu destino, quanto tempo sua jornada levaria, quais seriam os custos e as recompensas ou mesmo se ele poderia contar com um plano de saúde). Deus o mandou ir, e ele foi; era tudo quanto ele sabia.

Acho que muitos de nós precisamos nos preocupar menos com essa história da "vontade de Deus para a minha vida". Deus se importa mais com nossa reação à orientação do Espírito Santo hoje, neste momento, do que com aquilo que pretendemos fazer no ano que vem. Na verdade, as decisões que daremos no ano que vem serão influenciadas, em grande medida, pelo nosso grau de submissão ao Espírito Santo neste momento, nas decisões de hoje.

É fácil usar a expressão "a vontade de Deus para a minha vida" como uma desculpa para a passividade ou mesmo para a desobediência. É muito mais simples pensar na vontade divina para o seu futuro do que perguntar a ele o que deseja que você faça nos próximo minutos. É mais seguro se comprometer a segui-lo um dia do que hoje mesmo.

Para ser sincero, acredito que parte do desejo de "conhecer a vontade de Deus para minha vida" nasce do medo e culmina em paralisia. Temos pavor de cometer erros, por isso nos afligimos, tentando imaginar a vontade divina. Tentamos saber como é viver segundo sua vontade. Esquecemos que nunca nos foi prometido um plano de ação para os próximos vinte anos; em vez disso, Deus promete, por diversas vezes nas Escrituras, nunca nos deixar ou abandonar.

Deus quer que ouçamos seu Espírito todos os dias, e mesmo ao longo do dia, à medida que surgem as dificuldades os os momentos de tensão, em meio às pressões do mundo. Minha esperança é que, em vez de buscar "a vontade de Deus para minha vida", cada pessoa aprenda a buscar "a orientação do Espírito Santo para minha vida hoje". Que possamos aprender a orar pedindo um coração aberto e disposto a servir. Que possamos nos render imediatamente à direção do Espírito ao lidar com aquele amigo, com o filho, com o cônjuge, com as circunstâncias ou com as decisões que temos que tomar na vida.

Dizer que não somos chamados para descobrir "a vontade de Deus para minha vida" não significa que o Senhor não tem propósitos e planos para cada pessoa nem que ele deixa de se importar com o que fazemos da nossa vida. Ele se importa. Tanto no Antigo quanto no Novo testamento, ele nos diz que isso é verdade. O segredo é que ele nunca prometeu revelar esses propósitos de uma vez, por antecipação. Sabemos o que é necessário para manter a sintonia com o Espírito Santo. Na carta de Paulo os Gálatas, lemos: "Por isso digo: Vivam pelo Espírito, e de modo nenhum satisfarão os desejos da carne [...] Se vivemos pelo Espírito, andemos também pelo Espírito." Gálatas 5.16,25

As expressões "manter a sintonia com o Espírito" e "caminhar em Espírito" provavelmente são familiares a você, mas será que afetam sua vida de uma maneira prática e significativa? Como já mencionei, acho que se concentrar no plano de Deus para o futuro geralmente serve como justificativa para não vivermos de maneira fiel e sacrificial agora mesmo. Isso tender a criar uma zona de segurança inferior, onde podemos sentar e bater papos "espirituais" sobre o que Deus "deve" ter planejado para nossa vida. Pensar, questionar e falar pode substituir a iniciativa de permitir que o Espírito Santo influencie nossas ações imediatamente de maneira radical.

Deus deseja que seus filhos fundamentem todas as coisas em seu poder e em sua presença.

Fonte: O Deus esquecido - Francis Chan com Danae Yankoski - Ed. Mundo Cristão

Comente com o Facebook:

2 comentários :

  1. Seu texto realmente é uma inspiração do Espírito Santo mostrando o que a Palavra de Deus já nos diz. Deus tem um plano para nossas vidas mas devemos confiar Nele e entender que há um tempo para todas as coisas e para cada dia basta seu próprio mal. Ser surpreendido por Deus é uma das mais belas maravilhas dessa vida.
    Abraço
    Att, Daniella

    ResponderExcluir
  2. SÁBIAS PALAVRAS . ESTAS VIERAM DE ENCONTRO A UMA GRANDE NECESSIDADE QUE EU TINHA NO MOMENTO. TROUXE RIFRIGÉRIO À MINHA ALMA, ME TROUXE PAZ !DE FATO , SE NÃO ME SUBMETO AO ESPIRITO SANTO, ESTAREI EU MESMA A GOVERNAR A MINHA VIDA.
    ABÇ, TERESA

    ResponderExcluir

Por favor, comente este texto. Suas críticas e sugestões serão úteis para o crescimento e amadurecimendo dos assuntos aqui propostos.

Compartilhe

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

pop-up LIKE

Plugin