"Eu me confesso ser do número daqueles que, aprendendo, escrevem; e escrevendo aprendem" - Agostinho

Se inscreva no meu canal do YouTube!

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Aconselhamento bíblico - opine, por favor


Olá, amados.

Tenho trabalhado neste blog há mais de seis anos (mais de novecentos artigos publicados) e à frente da igreja (com pregações, ensino e aconselhamento) há quase dez anos. Durante todo este tempo, pude ajudar as mais variadas pessoas (e ser muito ajudado!) em assuntos voltados à teologia - ou seja, como fazer isso ou aquilo de modo bíblico. Fiz e faço todas estas coisas, porque creio que este é um dos focos que o Senhor tem para minha vida, até mesmo para me dedicar mais intensamente a isso.

Porém, tenho sentido uma necessidade maior com relação ao aconselhamento mais pessoal, algo que possa ser utilizado de modo específico na vida ou projeto de cada um. Pessoas tem me procurado, por exemplo, para ajudar em seus casamentos, na criação de filhos ou em como ensinar teologia em suas igrejas.

Diante disso, estou pensando em abrir uma espécie de "Consultoria Teológica", um espaço onde possamos conversar de modo mais envolvente, resolver problemas e trilhar um caminho juntos à luz da Palavra.

Gostaria, então, de saber o que você, leitor deste blog, acha da ideia. Você tem sentido falta de algum aconselhamento mais pessoal? Acha válido investir algum dinheiro nisso? Quer dizer, você sente esta necessidade de uma ajuda mais pessoal no matrimônio, digamos, e apoiaria este trabalho? Pode ser um aconselhamento sobre casamento que você precise; um passo-a-passo para escrever um livro; uma direção e ajuda para como reformar sua igreja; um direcionando sobre namoro ou finanças... São muitas as opções e em todas elas a Escritura nos tem muito para ensinar.

Se você puder deixar sua opinião nos comentários, serei muito grato! E se tudo der certo, quem sabe podemos começar o quanto antes!

Deus abençoe!

Comente com o Facebook:

2 comentários :

  1. Filipe, acho uma excelente ideia. Me parece que o meio cristão carece disso atualmente, de pessoas capacitadas que exerçam (de forma séria) o dom de aconselhamento. Uma coisa são diretrizes práticas e gerais, outra, são conselhos específicos às particularidades e dificuldades que as pessoas encaram em suas vidas. Muitas vezes, existe um receio de expor a intimidade para quem, apesar da boa fé, não tem esse dom. Existem coisas que não serão resolvidas em clínicas de psicologia ou consultórios psiquiátricos, pois falta o conhecimento necessário para lidar com questões espirituais, sob o viés cristão.

    ResponderExcluir

Por favor, comente este texto. Suas críticas e sugestões serão úteis para o crescimento e amadurecimendo dos assuntos aqui propostos.

Compartilhe

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

pop-up LIKE

Plugin