"Eu me confesso ser do número daqueles que, aprendendo, escrevem; e escrevendo aprendem" - Agostinho

sexta-feira, 19 de março de 2010

Por que Deus nos escolheu?

Texto por
Filipe Luiz C. Machado
-----

É muito bom ser cristão e seguir a Deus. É igualmente bom podermos desfrutar da comunhão dos santos e do partilhar das dificuldades e alegrias dos queridos ao nosso ao redor. É maravilhoso podermos orar e estarmos em união com Deus graças à sua graça poderosa. Mas...

Para que Deus nos escolheu? Por que Deus nos escolheu? Qual o seu propósito de sua escolha? Que garantia temos de que Ele nos escolheu e nos salvará?
---

1. Para que Deus nos escolheu?

Efésios 1.3,4 "Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo; como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor."

É interessante notar que Paulo começa louvando e bendizendo a Deus pelas bênçãos espirituais que recebemos em Cristo Jesus. Ele não começa dizendo que Deus é um deus de graça , que é apenas isso e que o resto depende de nós. Paulo é enfático em suas palavras. O versículo continua dizendo que Deus nos elegeu n'Ele antes da fundação do mundo. Mas o versículo nos deixa uma pergunta: para que fomos eleitos? O próprio versículo então responde dizendo para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor.

Fomos chamados para sermos santos e irrepreensíveis não porque há alguma bondade nata em nós, mas simplesmente porque Deus quis agir misericordiosamente conosco. Se a benção espiritual não tivesse vindo sobre nós, como poderíamos nos achegar a majestade de Deus, visto que todos nós somos pecadores e carecemos da glória do Pai? Haveria chance para nós irmos até Deus se ele não apartasse nossos pecados (em Cristo Jesus) diante de sua presença?

Deus nos abençoou nos lugares celestiais em Cristo, para que mediante esta benção nós possamos adentrar a santa e plena presença de Deus. Se Ele não tivesse nos escolhido, estaríamos para sempre perdidos e condenados perante Sua ira.

2. Por que Deus nos escolheu?

Efésios 1.5 "E nos predestinou para filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade".

Paulo, inspirado pelo Espírito Santo agora nos revela o motivo de nossa eleição. É gracioso ver que a adoção da qual Paulo fala, não é a mesma adoção da qual estamos familiarizados. A adoção no tempo de Paulo se dava quando um casal que possuía riquezas, porém não tinha filhos ou não poderia ter, escolhia um homem de bom caráter e de boa conduta na sociedade para herdar as terras, dinheiro e tudo mais que o casal tinha como propriedade. Paulo então fala da adoção não no sentido de que nós somos pessoas de bom proceder, mas sim que perante as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo fomos feitos pessoas aceitáveis a Deus.

Ele continua dizendo que fomos predestinados segundo o beneplácito de sua vontade. Não há qualquer mérito em Deus ter nos escolhido. Se hoje você é um filho de Deus, tenha a certeza de que você nada pode fazer para comprar a graça salvadora de Cristo Jesus na sua vida. Você é pecador e merece a morte, nada mais que isso. Deus nos elegeu porque ele quis e sua vontade é plenamente satisfeita. O bem querer de Deus jamais é frustrado, Deus não se frustra! É errado e anti-bíblico pensarmos que Deus está nos céus com as mãos atadas enquanto o diabo está a solta tocando o terror e pervertendo a sociedade. Pelo contrário, Deus está firme em seu trono e governando com total soberania e poder.

3. Qual o seu propósito de sua escolha?

Efésios 1.6,7 "Para louvor e glória da sua graça, pela qual nos fez agradáveis a si no Amado,
em quem temos a redenção pelo seu sangue, a remissão das ofensas, segundo as riquezas da sua graça."

Depois de expor o motivo para qual estamos nesse mundo e porque estamos nesse mundo, Paulo prossegue dizendo que fomos criados para louvor e glória da sua graça. É valioso atentarmos para os nossos dias, onde muitos livros tem sido lançados com o objetivo de iluminar a vida dos cristãos quanto ao seu propósito da Terra. São técnicas e mais técnicas de como conseguir achar o seu propósito e então ser libertado desta dúvida terrível!

Infelizmente muitos escritores perdem o foco quando trazem o propósito da criação para o homem e não o levam a Deus. Em vez de salientarem e focarem o fato de que Deus nos criou para o louvor e glória da sua graça, preferem enfatizar que nosso propósito é o de talvez sermos um empresário, músico, operário ou talvez até mesmo um escritor. Não digo que Deus não tenha um propósito específico quanto ao nosso realizar aqui na Terra, mas com certeza o fato principal e da onde devemos partir é que fomos criados para louvor e glória da Sua graça.

Fomos perdoados mediante as riquezas da Sua graça. Não fomos perdoados porque um dia escolhemos nos arrepender e pedir perdão. Sequer poderíamos chegar a presença de Deus e oferecermos nosso perdão se Deus assim não o quisesse. Sem a graça de Deus nem clamar por perdão nós poderíamos! Como somos limitados e carecemos de graça e misericórdia. Sem as riquezas da sua graça nada podemos fazer.

4. Que garantia temos de que Ele nos escolheu e nos salvará?

Efésios 1.12,13 "Com o fim de sermos para louvor da sua glória, nós os que primeiro esperamos em Cristo, em quem também vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação; e, tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa."

Finalmente Paulo chega ao ápice de sua exposição. Diz-nos ele que fostes selados com a Espírito Santo da promessa. Não bastaria saber que Deus nos escolheu e que nos deu um propósito, se não tivéssemos alguma garantia de que isso fosse verdade. De nada adiantaria o discurso de Paulo se ele não falasse a igreja de Éfeso que havia um selo que os guardaria. Possivelmente o "selado" usado por Paulo tem a ver com o selo antigo que era feito a partir do molde do anel do Rei. Quando o Rei emitia um documento, ele precisava legitimizar o mesmo e para que houvesse comprovação de que o documento realmente vinha do Rei, ele pegava seu anel, pressionava sobre algum material (talvez uma espécie de cera) e ali se formava um selo. Este selo então era colado em cima do documento, testificando assim que pertencia ao verdadeiro Rei do Império.

----

Amados, devemos ter a consciência de que sem Deus não podemos fazer nada. Ore e peça ao Senhor que ilumine sua vida e questione a si mesmo se fato você tem compreendido o que é a graça de Deus. Uma graça que é infinitamente poderosa para nos santificar, nos adotar, nos levar ao propósito de Deus e nos dar a garantia da salvação. A salvação pertence ao Senhor (Jonas 2.9)

Deus abençoe a todos!

3 comentários :

  1. Muito bom o texto, deveras, a maioria das igrejas não exorta seu fiéis desta maneira, mas sim que devemos fazer por merecer. Infelizmente a igreja institucionalizada erra e muito em relação a isso.

    Deus lhes abençoe multiplicadamente.

    ResponderExcluir

Por favor, comente este texto. Suas críticas e sugestões serão úteis para o crescimento e amadurecimendo dos assuntos aqui propostos.

Salvar PDF

Compartilhe

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

pop-up LIKE