"Eu me confesso ser do número daqueles que, aprendendo, escrevem; e escrevendo aprendem" - Agostinho

Se inscreva no meu canal do YouTube!

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Confie na Soberania Divina

Texto por
Filipe Luiz C. Machado

-----

Um dos momentos mais conflitantes na caminhada do cristão é quando ele se depara com a poderosa e totalmente intangível soberania de Deus. Pensa ele: "Como poderei conciliar a inefável soberania de Deus com minha própria vida?" O objetivo do presente artigo não é chegar a uma solução, mas sim acalentar corações temerosos que possam estar vacilantes e colocando em cheque sua confiança no Senhor.
---

A soberania de Deus jamais poderá ser compreendida e expressada em termos humanos. Nem mesmo a mais sublime e rebuscada palavra existente em nosso vocabulário seria capaz de definir a grandiosa soberania divina. Não podemos expressá-la, pois nada neste mundo pode compreender o divino ou abrigá-lo em uma pequena palavra ou expressão idiomática. Os atributos de Deus e em especial sua soberania, são coisas inimagináveis para nós. Dito isto, resta-nos apenas a humilde reverência e temor devido ao único Soberano e Criador de todas as coisas.

Antes de irmos para o nosso texto, é valioso salientar que talvez você sempre tenha pensado que os Salmos fossem apenas uma coleção de palavras bonitas, sem muito significado importante e que serviam apenas para ficar sala de estar, para assim, "abençoar o ambiente" e trazer paz a sua vida. É importante notarmos que muitas coisas que as vezes pensamos ser verdade, na verdade não são. Por que, os Salmos não poderiam também ser palavras de severa advertência a nós? Não se deixe enganar por tradições e fábulas humanas, mas reconheça que "toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça" 2Timóteo 3.16

Nosso texto se encontra em Salmos 33.13-15, que diz: "Dos céus olha o Senhor e vê toda a humanidade; do seu trono ele observa todos os habitantes da terra; ele, que forma o coração de todos, que conhece tudo o que fazem."

Observe que o salmista começa dizendo, "dos céus olha o Senhor e vê toda a humanidade". Vemos que desde os tempos mais primórdios da civilização cristã, já havia a compreensão de que Deus era onisciente em Seu ser. Diz-nos a Palavra, que Deus vê toda a humanidade, que nada escapa de suas vistas. Todos os povos, línguas e nações estão sempre sendo observados pelos olhos do Senhor. Ele jamais se aparta para um "cochilo" ou se esquece de Sua criação; pelo contrário, constantemente a sustém.

O salmista não nos dá margem para questionarmos se Deus as vezes se esquece de olhar para alguém. Ele diz, "do seu trono ele observa todos os habitantes da terra". Nenhum ser terreno é esquecido por Deus, ninguém está livre da visão soberana de Deus. Nem mesmo o mais perfeito crime, que jamais será descoberto, está fora das vistas do Senhor. Nada foge de seu olhar!

Poderíamos então chegar à lógica conclusão de que Deus está apenas nos observando e por isso espera que nós retribuamos a Ele o que é devido. Porém, antes mesmo de começarmos a cogitar possibilidades acerca do que Deus espera de nós e por quais meios essa relação se dá, o salmista diz: "ele, que forma o coração de todos, que conhece tudo o que fazem.". Em outras palavras ele diz: "Não fiquem achando que vocês são totalmente livres; que se vocês quiserem estarão nas mãos do soberano Senhor...". Tudo o que você é e tem, foi feito "dele e por ele, e para ele, são todas as coisas". Romanos 11.36 - Portanto, Ele já os têm sob o Seu poder!

Ao mesmo tempo em que o salmista nos adverte com intrepidez, sua severidade deve nos trazer paz e tranquilidade. Paz e tranquilidade por podermos ter a plena, incorruptível e inexorável certeza de que é Deus quem forma os nossos corações. É Ele e somente Ele que pode trazer vida a um coração triste, abatido e já sem esperança. Pertence somente a Deus o poder de nos tirar das mais profundas mágoas, tristezas e incertezas que rodeiam nossa vida cotidiana. Observemos atentamente tão ricas e poderosas palavras!

Paulo, quando escrevia aos romanos, disse-lhes que estava "convencido de que nem morte nem vida, nem anjos nem demônios, nem o presente nem o futuro, nem quaisquer poderes, nem altura nem profundidade, nem qualquer outra coisa na criação será capaz de nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor." (8.38,39). Amado, se você hoje passa por um momento de dificuldade, se já se vê sem esperança e está pronto para desistir, saiba que o seu coração pertence a Deus e é Ele quem forma o seu caráter. Você não poderá frustrar os planos de Deus. Ninguém jamais conseguiu ou irá conseguir fazer com que Deus perca o controle da situação. Sua vida está nas mãos de Deus.

Por isso, confie na soberania divina e saiba que é Ele quem molda o seu coração a cada novo amanhecer.

Deus abençoe!

Comente com o Facebook:

Um comentário :

  1. Filipe,

    O Blog dos Eleitos indicou seu blog como um dos melhores blogs cristãos calvinistas.

    Abraços.

    ResponderExcluir

Por favor, comente este texto. Suas críticas e sugestões serão úteis para o crescimento e amadurecimendo dos assuntos aqui propostos.

Compartilhe

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

pop-up LIKE

Plugin